Mendonça defende que a Educação seja pauta principal nas eleições 2018

O ex-ministro da Educação e deputado federal Mendonça Filho, defendeu no Seminário Educação em Debate, promovido pelo Democratas, nesta sexta-feira, que a Educação seja a pauta principal no debate eleitoral de 2018. “Independente de afinidade de política partidária e ou ideológica a gente tem que ter um grande consenso em torno da educação. Não há como se transformar a realidade do nosso País que não seja pela Educação, declarou o deputado Mendonça Filho.

O seminário,promovido pela Fundação Liberdade e Cidadania, é o primeiro de uma série de seminários, de diferentes temas, que será realizada pelo País. O “Educação em Debate” reuniu o secretário de Educação de Sobral (CE), Herbert Lima Vasconcelos, o diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e o Líder do Democratas na Câmara, Rodrigo Garcia, na discussão dos problemas e das soluções no ensino fundamental e médio.

Artigo – Bilhetagem eletrônica garante segurança e agilidade ao transporte – por Adriana Leal Barbosa*

Esperar na fila, impacientemente, para que o passageiro da frente efetue o  pagamento da passagem e ainda aguarde o seu troco, com uma fila que se estende, de pessoas em pé antes da catraca e, sobretudo, a movimentação de dinheiro que se torna um alvo de assaltos… Tudo isso se reduz com a utilização de um equipamento muito prático: a bilhetagem eletrônica nos ônibus.

Com o intuito de garantir mais segurança e agilidade no embarque, o sistema de bilhetagem eletrônica, o LEVA, implantado em Caruaru desde o final de 2013, vem possibilitando uma redução significativa na quantidade de dinheiro circulando nos ônibus e, com isso, a diminuição do número de assaltos.

Não é necessário nem tirar o cartão da carteira ou da bolsa de mão! Os validadores, equipamentos que comandam diretamente a liberação das catracas eletrônicas, creditam a tarifa através da aproximação do leitor da bilhetagem eletrônica.

O sistema de transporte público de passageiros, em Caruaru, faz uma média de mil e seiscentas viagens por dia, transportando aproximadamente 66 mil pessoas, e com a utilização do cartão eletrônico LEVA, a operação nos ônibus se tornou mais rápida no embarque oferecendo mais segurança a todos.

Uma das vantagens para o usuário do LEVA é que, no caso de extravio ou perda do cartão, os créditos ficam assegurados e podem ser recuperados.

Outra vantagem para os usuários da bilhetagem eletrônica é a Tarifa Reduzida, uma vez que atualmente o valor da passagem no cartão LEVA COMUM é de R$ 2,84 (dois reais e oitenta e quatro centavos), enquanto a tarifa paga em dinheiro é de R$ 3,15 (três reais e quinze centavos). Ou seja, com o cartão LEVA COMUM você faz economia. Além do benefício da Tarifa Social aos domingos e feriados nacional, com o pagamento de meia passagem para os portadores do cartão LEVA.

O uso do cartão LEVA para os idosos, acima de 65 (sessenta e cinco) anos, possibilita o acesso a todo o veículo, lhes dando a opção de mais acentos, não apenas aos limitados, por lei, antes da catraca.

Integração

Já possuímos em Caruaru algumas linhas que possuem integração. Outras linhas deverão iniciar o sistema de integração, e só através do uso do cartão eletrônico é que o passageiro tem, ou terá, acesso a este benefício.

Hoje, aproximadamente 50% dos usuários do sistema de transporte público não estão cobertos pelo direito de fazer integração porque ainda não retiraram o seu cartão LEVA, seja ele Estudante, Servidor, Comum ou Vale-transporte. São passageiros que ainda pagam as tarifas com dinheiro em espécie.

O cliente que ainda não se cadastrou pode requisitar seu cartão personalizado (Estudante, Servidor, Comum, Especial ou Idoso), na Loja do LEVA, localizado no 3º piso do Shopping Difusora, de segunda a sexta das 08h00 às 18h00 e aos sábados das 10h00 as 14h00, ou, para o Vale-transporte, através do site www.cartaoleva.com.br ou ainda pelo e-mail cadastro@aetpc.com.br. Para solicitar maiores informações pelos telefones: 2103-4350 / 3721-6680 ou pelo 0800-087-6680.

Pontos de recarga

Além da praticidade e segurança oferecido pelo sistema de bilhetagem eletrônica, os usuários têm também a facilidade de comprar créditos em um dos 10 (dez) pontos de recarga espalhados pela cidade:

✓ Shopping Difusora – Av. Agamenon Magalhães, 444;

✓ Banca Terceiro Mundo – Praça Deputado Henrique Pinto, Centro;

✓ Papelaria Multicópia – Av. Leão Dourado, 420, Caiucá;

✓ Farmácia DrogaÍtalo – Rua Major João Coelho, 585, Rendeira;

✓ SIS Print Copiadora – Faculdade ASCES;

✓ Guinche da Coletivos – Praça do Rosário;

✓ Bomboniere Casa da Formiga – Av. Caruaru, Boa Vista;

✓ TEC Lanches – Estrada do Alto do Moura, km 3,8, Distrito Industrial;

✓ Gigabyte Copiadora & Serviços – Av. Ludugero, 67, São Francisco;

✓ Mercadinho Baraúnas – Rua Cristinápolis, 303, Loteamento Baraúnas.

Ex-presidente Lula vai receber visita de comissão de deputados do Mercosul

O líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), anunciou, nesta sexta-feira (27), que a Comissão de Direitos Humanos do Parlamento do Mercosul (Parlasul) marcou uma visita ao ex-presidente Lula na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, para o próximo dia 9 de maio, quarta-feira.

Humberto, que é membro da comissão e está em missão oficial no Uruguai para participar da 54ª sessão ordinária do Parlasul, articulou a ida dos parlamentares dos países vizinhos à capital paranaense.

“O isolamento a que Lula está submetido é inaceitável. Não podemos aceitar que ele seja tratado de uma forma tão covarde. Queremos que o presidente tenha os seus direitos como preso estabelecidos”, afirmou o senador.

Na manhã desta sexta, ele também se reuniu com o Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel, ativista argentino, e com deputados e senadores do bloco para tratar da democracia no Brasil e do avanço dos abusos no país. Todos gritaram Lula Livre e mandaram um bom dia especial ao ex-presidente.

Ao Mestre Honório com Carinho e Saudade – por Paulo Nailson*

“O professor de Matemática em geral é um sádico. Ele sente prazer em complicar tudo” (Malba Tahan).

Muito difícil dizer hoje qual professor que marcou mais a minha vida, pois fiz parte de uma geração de grandes profissionais. Porém, ainda que eu levasse em consideração todo período em sala de aula, Honório Inácio estaria entre os cabeças da lista.

Discípulo de Malba Tahan, nome fictício de Júlio César de Melo e Sousa, matemático e escritor modernista pioneiro no Brasil na transmissão do ensino diferenciado na Matemática, Honório tornou-se marcante numa época (final dos anos 70) de autoritarismo militar. Fui seu aluno quando estudava no Colégio Sete de Setembro (ele também atuou no Municipal Alvaro Lins, Estadual Nelson Barbalho, Industrial Dom Miguel e Diocesano). E eu cresci naqueles anos onde cantávamos:

“Esse é um país que vai pra frente, oh, oh, oh, oh, oh!

De uma gente amiga e tão contente! Oh, oh, oh, oh, oh …” (Os Incríveis).

Vivíamos cercado de todos aqueles formalismos na classe de aula, e a figura do professor Honório, com aquele porte físico aparentava muito rigor, exigência, respeito, admiração e muita atenção em suas aulas, que nem de longe eram monótonas. Como ele conseguia isso? Com um equilíbrio raríssimo para época.

Sua postura didática era ensinar a matemática de uma forma divertida e diferente, o que nos desafiava aguçando a criatividade e incentivando descobertas. O quatro era fechado, não era aquela “cadeira de cabeça para baixo” e o sete não se cortava ao meio. Honório sentava tanto na cadeira quanto no birô do professor. Quando nos percebia distraído na aula quebrava um pedaço do giz e jogava no aluno. Ele conseguia transmitir o conteúdo de forma atraente e, apesar do bigodão aparentar um cara sisudo, seu largo sorriso e olhos brilhavam nos diversos momentos descontraídos com a turma.

Possuidor da arte de tornar o aprendizado da Matemática algo prazeroso e descomplicado, Honório foi um revolucionário de sua época e permaneceu influenciando gerações enquanto educador. Para ele, assim como Malba, a Matemática é uma senhora que ensina o homem a ser simples e modesto e a base de todas as ciências e de todas as artes.

Enfim, quantos alunos ainda hoje se queixam do excesso de memorização e dos cálculos repetitivos e não enxergam a utilidade dos conteúdos aprendidos? Quantos Professores despreparados não sabem o que fazer para tornar as aulas mais atraentes?

A tristeza da partida de Honório também nos leva a ser eternamente agradecidos pelo impacto que nos deixou. Nos desafiando a continuar fora da escola o que aprendíamos lá dentro, como uma ponte entre escola e vida.

*Paulo Nailson A. Lima

é colaborador

Seleção simplificada aberta em Caruaru na área da educação

A Prefeitura Municipal de Caruaru deu início a mais uma seleção pública simplificada, visando a contratação temporária de oito profissionais para as vagas de coordenador, educador social, assistente social, psicólogo e pedagogo. As atividades serão voltadas para o enfrentamento do trabalho infantil, inseridas no escopo do Projeto Fazendo Direito, financiado pela Fundação Itaú. As vagas serão direcionadas para a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

A seleção será realizada em três etapas: prova on-line, prova escrita e análise de títulos. As inscrições vão até o dia 4 de maio e deverão ser realizadas exclusivamente através do site selecoes.caruaru.pe.gov.br. O resultado final ser homologado através de portaria conjunta, publicada no Diário Oficial do município de Caruaru.

MPF recomenda que 11 municípios apliquem adequadamente recursos do Fundef

O Ministério Público Federal (MPF) em Salgueiro (PE) expediu recomendações a 11 municípios para que as verbas decorrentes de condenação judicial em ação que tratava dos valores devidos pela União aos municípios no âmbito do extinto Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) sejam aplicadas exclusivamente na manutenção e desenvolvimento do ensino e valorização do magistério.

As recomendações, assinadas pelo procurador da República André Estima, levam em consideração a notícia de que diversos municípios promoveram ação judicial com objetivo de receber, da União, verba relativa à complementação do Fundef, no que diz respeito à diferença entre as receitas garantidas por lei e as efetivamente recebidas. O MPF considera, ainda, o entendimento dos Tribunais de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) e da União (TCU), de que não é possível a cessão de créditos relativos a recursos do Fundef a outros fins que não sejam os previstos na Lei nº 11.494/2007 e na Constituição.

Além disso, o procurador da República destaca que algumas prefeituras teriam utilizado verbas do Fundef para o pagamento de honorários advocatícios, o que é ilegal e inconstitucional. Reforça, também, que a aplicação dos recursos em finalidade diversa da prevista constitui crime de responsabilidade e ato de improbidade administrativa.

As recomendações foram encaminhadas aos municípios de atribuição da Procuradoria da República em Salgueiro: Belém de São Francisco, Cabrobó, Carnaubeira da Penha, Cedro, Mirandiba, Orocó, Parnamirim, Salgueiro, Serrita, Terra Nova e Verdejante.

Delação de Palocci teria Lula como principal alvo e cita propina em dinheiro vivo

Um dia após o ex-ministro Antonio Palocci ter fechado acordo de colaboração com a Polícia Federal, a versão digital do jornal “O Globo” desta sexta-feira (27) afirma que os depoimentos do antigo homem forte do PT comprometem o ex-presidente Lula. Na publicação, o veículo dá detalhes sobre supostas entregas de dinheiro vivo a Lula, que poderiam chegar a R$ 50 mil.

Segundo “O Globo”, os fatos narrados por Palocci na delação premiada “reconstituem o esquema de corrupção na Petrobras, as relações das empreiteiras com políticos do PT e a forma como os ex-presidentes Lula e Dilma se envolveram com negócios que deram prejuízo de cerca de R$ 42 bilhões à empresa”.

Segundo informações do jornal divulgadas na quinta, o acordo para a delação foi acelerado nesta semana e os investigadores já teriam colhido os depoimentos de Palocci. A colaboração, assim como os termos dos benefícios que serão concedidos ao ex-ministro, ainda precisam ser homologados pela Justiça. A expectativa é de que o juiz Sergio Moro homologue a delação em até duas semanas.

No depoimento que deu ao juiz Sérgio Moro, prestado em setembro do ano passado, Palocci já havia citado o nome de Lula no “pacto de sangue” da propina com a Odebrecht. À época, ele afirmou que a empreiteira repassaria R$ 300 milhões ao PT em troca de favores políticos que beneficiariam a empresa.

Dias após o depoimento de Palocci ser amplamente divulgado pela imprensa, Lula se disse decepcionado com o ex-ministro e criticou as declarações “infundadas”. Também chegou a reclamar de expressões utilizadas por Palocci em seu depoimento, como “pacto de sangue” e “propina”.

Antonio Palocci foi ministro da Fazenda de Lula e fez parte dos “três mosqueteiros” que cuidaram da campanha da ex-presidente Dilma Rousseff ao Planalto. Era dele a responsabilidade de gerir as finanças na corrida presidencial de 2014. Depois de o PT vencer as eleições, Palocci recebeu como “prêmio” a indicação para assumir a Casa Civil. A derrocada do antigo homem forte petista começou em meio a acusações de ter multiplicado em 20 vezes seu patrimônio fazendo consultoria a empresas.

No início do mês, Palocci teve um pedido de habeas corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por sete votos a quatro. No julgamento, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a manutenção da prisão de Palocci e citou que a restrição de liberdade era necessária à garantia da ordem pública. O ex-ministro está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde setembro de 2016. Com a decisão do STF, ele continuará atrás das grades por tempo indeterminado.

No mesmo local, mas em alojamentos diferentes, o ex-presidente Lula cumpre pena de 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro desde o último dia 7 de abril, condenação referente ao processo do tríplex no Guarujá (SP).

Atletas do Caruaru City são avaliados por equipe de Educação Física do UniFavip|Wyden

Caruaru_City

O Grupo de Estudo e Pesquisa em Futebol (GEPFUT), formado por estudantes de Educação Física do UniFavip|Wyden e coordenado pelo professor Bruno Simões, está realizando as avaliações de desempenho físico dos atletas do Caruaru City, equipe de futebol de base que está se profissionalizando.

As avaliações, que utilizam recursos tecnológicos presentes em grandes clubes do Brasil, aconteceram nesta quinta-feira (26), na Arena Super 7, e na próxima quinta, dia 03 de maio, no Laboratório do Movimento do Centro Universitário, sempre às 14h.

Como recursos para as avaliações, o Centro Universitário dispõe de equipamentos como sensores para avaliação da velocidade e agilidade, plataforma de força muscular para avaliação de membros inferiores, plataforma de saltos para avaliação da potência muscular, ultrassonografia para avaliação da composição corporal (massa muscular e gordura corporal), lactímetro, que avalia o limiar anaeróbio, eletromiografia, que analisa a ativação muscular, bem como monitoramento da frequência cardíaca e deslocamento durante o jogo através de GPS.

Nova mudanças no pagamento do cartão de crédito; veja orientações para o consumidor

O Conselho Monetário Nacional (CMN) anúnciou recentemente novas regras para o uso do rotativo do cartão de crédito que deverão entrar em vigor em 1º de julho. Entre as mudanças o destaque está para a limitação dos juros em atrasos e parcelamentos das contas no cartão que deverão seguir as existentes no contrato de crédito rotativo regular.

Outro ponto importante é o fim da exigência de pagamento mínimo de 15% da fatura para o cliente. Agora serão as instituições que definirão o percentual mínimo de pagamento em cada fatura, estabelecendo regras de acordo com suas políticas e perfil do cliente.

Por mais que possam parecer positivas, essas medidas não resolvem o problema, e dificilmente diminuirão a inadimplência. Afinal, por mais que o valor dos juros sejam diminuidos, as parcelas mensais continuarão com juros altos. Ou seja, o orçamento mensal do consumidor continuará comprometido.

A saída para o problema está menos em acompanhar as taxas e muito mais em se educar financeiramente. Quem chegou ao ponto de não conseguir pagar as parcelas mensais precisa fazer, imediatamente, um diagnóstico financeiro para rever sua situação e combater a verdadeira causa do problema.

O descontrole financeiro tem origem nos hábitos e comportamentos, portanto é preciso, em primeiro lugar, mudar as atitudes para sair desta situação. É válido também buscar uma modalidade de crédito mais barata que o cartão de crédito, mesmo considerando as taxas mais baixas da nova regra. Entretanto, trocar uma dívida pela outra não é a solução do problema, que tem origem comportamental.

O cartão de crédito é uma excelente ferramenta para quem sabe aproveitar seus benefícios, como serviços de milhagens e prêmios. Porém, se não for utilizada com consciência pode promover compras por impulso, é preciso ter responsabilidade na hora de consumir. É importante que as dívidas no cartão de crédito não ultrapassem 30% do salário ou ganho mensal, justamente para evitar o descontrole financeiro.

Para evitar que os gastos sejam maiores que os ganhos, é preciso compreender de que forma o dinheiro da pessoa ou familia é utilizado. Após um diagnótico financeiro, é mais fácil reduzir o padrão de vida, ou seja, viver de acordo com a sua realidade.

Veja 7 cuidados para o consumidor ao usar o cartão de crédito:

1- Com a mudança, por mais que o valor dos juros tenham diminuído, eles continual altos, por isso, caso perca o controle financeiro e não consiga pagar a fatura total do cartão no vencimento, é preciso fazer, imediatamente, um diagnóstico financeiro e descobrir a verdadeira causa do problema;

2- Buscar uma linha de crédito com taxas de juros menores é válido, contudo trocar uma dívida pela outra não é a solução. É preciso ter responsabilidade na hora de consumir; sempre se pergunte se realmente precisa do item, se tem dinheiro para comprar e também condições depagar o valor total da fatura no vencimento;

3- Se tiver apenas um ganho mensal, deverá ter apenas um cartão de crédito; caso ganhe semanalmente, poderá ter até três cartões, para os dias 10, 20 e 30. Com isso, poderá comprar seis dias antes do vencimento de cada um deles, ganhando 36 dias para pagamento;

4- O limite do cartão de crédito não deve ultrapassar 50% do salário ou ganho mensal. Assim evita-se gastar mais do que se recebe;

5- Ao fazer parcelas fixas, é preciso ter consciência que está comprometendo o orçamento mensal dos próximos meses, portanto é imprescindível controlar os gastos;

6- Evite o pagamento de anuidade do cartão. Hoje, é possível encontrar cartões que não cobram nenhuma taxa de manutenção. Também nunca empreste o cartão de crédito à outra pessoa, mesmo que seja conhecida;

7- Uma forma educada financeiramente de utilizar o cartão de crédito é saber aproveitar os benefícios que ele pode oferecer, como prêmios e milhas.

Campanha contra a febre aftosa começa dia 1º de maio

Como forma de evitar a transmissão da febre aftosa, todo o rebanho de bovinos e bubalinos do Estado deve ser imunizado durante a primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, que começa a partir de 1º de maio. A medida é uma forma de manter o status de Pernambuco como livre de febre aftosa com vacinação, obtido em 2014.

A expectativa é que pelo menos 90% do rebanho, que é de mais de 1,8 milhões, sejam imunizados na campanha. O criador tem até 31 de maio para vacinar e declarar o seu rebanho no escritório da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) mais próxima. Nessa etapa, animais de todas as idades devem ser vacinados, incluindo recém-nascidos. É importante que na hora da declaração o produtor, faça sua atualização cadastral, inclusive com o detalhamento do seu rebanho por sexo e idade.

O produtor deverá adquirir a vacina nas casas agropecuárias e declarar a vacinação nos escritórios da Adagro, órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). A dose da vacina custa em média R$ 1,50 e deve ser conservada em gelo. Para evitar o estresse dos animais, a vacina deverá ser aplicada nas horas mais frias do dia, pela manhã ou no fim da tarde.

O Governador Paulo Câmara investe mais de dois milhões por ano no combate à doença e desde 2007 o estado não registra índice abaixo dos 90% –  mínimo exigido pela Organização Internacional de Epizootias (OIE). Combater a febre aftosa traz benefícios sociais e econômicos para o Estado, garantido um produto de qualidade e uma pecuária forte, ampliando assim nosso potencial comercial.

Em maio deste ano o Brasil será reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação. O reconhecimento será possível graças à parceria de mais de 50 anos entre o Serviço Veterinário oficial e dos produtores rurais sempre comprometidos com a sanidade do rebanho.

O produtor que não vacinar ou declarar seus animais pagará multa e ficará impossibilitado de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA), documento necessário para transitar com o animal para eventos agropecuários, enviar animal para abate ou até mesmo vende-lo para outro proprietário. Este ano a multa é de R$60,00 por animal e R$ 300,00 por propriedade.

A febre aftosa é uma enfermidade de fácil contágio pelo ar e, apesar de não levar à morte do animal, causa perdas significativas à criação. Além disso, ela é um dos principais entraves à exportação da carne. Os principais sintomas da febre aftosa são feridas na boca, nas glândulas mamárias e no casco. O diagnóstico é feito ao observar a salivação excessiva e se o animal anda com dificuldade. Por não conseguir se alimentar, ele apresenta enfraquecimento e perda de peso.

O último registro de febre aftosa em Pernambuco foi em 1998.