PV apresenta nome de Pedro Monteiro para disputar uma vaga de deputado federal

Na pretensão em ampliar sua bancada no Congresso Nacional, o Partido Verde (PV) de Pernambuco articula uma chapinha com pré-candidaturas para deputado Federal a fim de disputar as Eleições 2018, inserido no grupo das Oposições “Pernambuco Quer Mudar”.

Em recente encontro, o presidente estadual da sigla, Carlos Augusto, fez o convite oficial para que o vice-prefeito de Pombos, Pedro Monteiro, disputasse uma vaga para deputado Federal. “Pedro é uma jovem liderança política que pode prestar um grande serviço ao povo pernambucano e também ajudar a tornar o PV um partido de médio porte. Ele cumpre um papel importante no eixo Vitória-Pombos-Gravatá, o que reforça nossa vontade em ajudar a renovar as forças políticas naquela região”, asseverou Carlos Augusto.

Questionado pelo A Voz da Vitória, Monteiro se mostrou honrado pela convocação, porém deve se reunir com seu grupo político nos próximos dias para decidir pela pré-candidatura. Focado em suas atividades profissionais, o empresário do setor de supermercados e de veículos, declarou ao Blog que havia decidido não mais se envolver diretamente nas atividades políticas, no entanto, o pedido de inúmeras personalidades amigas para que entre na disputa o tem estimulado a ponderar.

A chapa que vem sendo articulada para disputar o cargo de deputado Federal reúne o PV, PRTB, PHS, PSDC e ainda o PSL. “Essa junção de partidos nos dará a condição de atingir o número expressivo de votos na conquista das vagas, o que abre a oportunidade de nossa região ter um legítimo deputado federal eleito”, explicou Pedro Monteiro, que por sinal, é o único vice-prefeito eleito nas ultimas eleições pelo PV em todo o Estado.

O deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB), ao tomar conhecimento que seu aliado em Pombos pode vir a ser candidato, foi um dos primeiros a adiantar pleno apoio a Pedro Monteiro.

A chapa articulada por esses cinco partidos reúne nomes conhecidos como Jorge Carrero e Domingos Sávio que foram vice-prefeito de Paulista e Petrolina, respectivamente, além de Severino Vieira que é irmão do ex-deputado Batata de Garanhuns, o empresário vitoriense Antonio de Lemos, Jacques Rebobuin (Recife), todos filiados ao PV. Já o PRTB aposta nos nomes de dois vice-prefeito, Junior Cantarelle e Dr. Saulo Albuquerque, de Itacuruba e de Vitória de Santo Antão, respectivamente, mais o Evandro do CREA-PE, Belarmino Sousa (ex-vereador de Jaboatão pelo PHS), Geraldo Queiroz (presidente da Associação dos Contadores de Pernambuco e também presidente do PSDC/PE).

Caso o empresário Pedro Monteiro decida disputar as eleições de outubro, a cidade de Pombos poderá ter pela primeira vez na sua história política um candidato a deputado Federal.

Deputado propõe criação de comissão especial para discutir segurança pública⁩

O deputado estadual Alberto Feitosa propôs na tarde desta quarta-feira (25), durante sessão plenária, a criação de uma Comissão Parlamentar Especial para a proposição de medidas na segurança pública, além de debater sobre a legislação criminal brasileira.

Segundo o parlamentar, a discussão ultrapassa os limites do Estado, com números preocupantes em todo o país e que devem ser analisados também pelo Congresso Nacional e Ministério da Segurança Pública.

Com a criação de uma comissão especial, deputados oposicionistas e governistas poderão discutir e colaborar para a criação de medidas que serão apresentadas ao governador Paulo Câmara e ao ministro de Segurança Raul Jungmann. Mais de 40 deputados já assinaram o requerimento de apoio para a criação do grupo parlamentar.

Priscila diz que mendonça fez transformação no MEC

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) repercutiu na tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), prestação de contas do trabalho realizado pelo ex-ministro da Educação Mendonça Filho, atualmente deputado federal pelo Democratas, nos 23 meses de sua gestão à frente da Pasta. De acordo com ela, única representante da sigla na Casa de Joaquim Nabuco, os números dos investimentos realizados são “impressionantes” e vão de encontro à percepção de que todos os políticos têm dificuldade de cumprir seus compromissos. Entre os destaques da atuação do pernambucano, Priscila citou as mudanças estruturais no currículo do Ensino Médio, a ênfase na escola em tempo integral, a relevância das políticas de alfabetização e o fortalecimento do Fies, com a reestruturação do programa, e do Enem, reforçando a credibilidade do exame.

“A transformação liderada por Mendonça conta hoje com o reconhecimento do País inteiro. Em todos os níveis de ensino e em diversos setores da gestão federal da educação, a marca dele é perceptível e seus efeitos aplaudidos, honrando a tradição pernambucana”, registrou Priscila.

A transformação na estrutura curricular do Ensino Médio, discutida há vinte anos, concretizou-se a partir da decisão política do ex-ministro, com avanços como ensino obrigatório do inglês, flexibilidade de disciplinas conforme a aptidão dos estudantes em áreas específicas de ensino, mais vinculadas ao mercado de trabalho, e o aumento da oferta de ensino em tempo integral. Nesse sentido, o Ministério passou a apoiar os estados na implantação desse sistema de ensino (dois turnos) com o investimento de R$ 1,5 bilhão, até 2019, para a criação de 500 mil novas vagas em todo o país.

Sesc promove Projeto Colmeia em Caruaru

O Sesc Pernambuco realiza em Caruaru, nesta sexta-feira (27/04), a 12ª edição do Projeto Colmeia – Feira de Saúde e Cidadania, que oferecerá gratuitamente testes rápidos de saúde, orientações, palestras, oficinas e emissão de documentos para a população. A iniciativa acontece na Praça do Marco Zero, no Centro, e conta com a mobilização de uma rede com mais de 25 parceiros. A expectativa é de que sejam atendidas mais de 3 mil pessoas.

Quem passar pelo local poderá usufruir de serviços nas áreas de saúde, bem-estar e beleza, cidadania, cultura e empreendedorismo por meio do projeto, que é referência em saúde do Sesc e que une ações educativas e preventivas a serviço da comunidade.

SAÚDE, BEM-ESTAR E BELEZA – O Senac estará presente realizando testes rápidos e fornecendo orientações sobre a prevenção e o tratamento do diabetes e do colesterol alto, além de oferecer corte de cabelo e dicas sobre como cuidar do couro cabeludo.

A Secretaria de Saúde de Caruaru dará orientações sobre a importância da saúde bucal, da prevenção ao câncer de boca e realizará escovação supervisionada com a utilização do escovódromo, equipamento destinado à higiene bucal. O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) irá demonstrar como funciona a técnica de estimulação dos pontos reflexo, chamada de auriculoacupuntura e passará orientações gerais. Já a Vigilância Ambiental irá instruir os presentes sobre as arboviroses, transmitidas pelo Aedes Aegypt, como a Dengue, Zika e Chikungunya, e demais doenças transmitidas por animais. A Vigilância Sanitária aborda o controle de qualidade da água para o consumo humano e distribui hipoclorito de sódio para população. Haverá também vacinação.

Prefeitura de Caruaru define homenageados do São João 2018

A Prefeitura de Caruaru selecionou cinco personagens ilustres da história da cidade que serão homenageados no São João 2018, representantes de diferentes vertentes artísticas no município. O escritor e compositor Nelson Barbalho, em comemoração ao seu centenário este ano; o colunista social Jotta Lagos; o organizador de eventos Zé Lucía do Palhoção (os três in memoriam); a compositora e poetisa Fátima Marcolino; e a boleira Maria do Bolo foram os escolhidos por todo o fomento à cultura e à história da nossa região.

Nelson Barbalho (in memoriam) – Nelson Barbalho de Siqueira nasceu em Caruaru em 02 de junho de 1918, era filho de comerciantes e foi aluno do poeta Augusto Tabosa. Escreveu para jornais da cidade e revistas literárias, onde escrevia crônicas e textos baseados em lembranças e memórias. Foi um grande compositor de forró e baião, tendo várias composições gravadas por Luiz Gonzaga, como “Capital do Agreste”, “Comício no Matão”, “Xote das moças” e a toada “A morte do vaqueiro”, que se tornaria um clássico, dando origem à Missa do Vaqueiro. Nelson morreu no dia 22 de outubro de 1993.

Jotta Lagos (in memoriam) – Juvanci Brasilino Lagos, mais conhecido como Jotta Lagos, nasceu em 16 de novembro de 1948, atuou por 49 anos no colunismo social e ficou conhecido por fazer eventos como o “Grande Noite”, que reconhecia a importância das pessoas que foram destaques durante o ano. Além disso, atuava no Jornal do Jotta; comandava, há 30 anos, o programa semanal “Jotta Lagos em Sociedade” na Rádio Liberdade; produzia, ainda, o famoso ‘Forró Society’ e estava empenhado na construção da sua biografia. Jotta morreu em 12 de janeiro de 2018, vítima de um edema agudo pulmonar.

Fátima Marcolino – Paraibana que adotou Caruaru, Fátima é compositora, escritora e poetisa. Herdou do pai, Zé Marcolino, também paraibano, o dom de compor músicas que retratam o dia a dia do nordestino. Um dos grandes momentos da vida da poetisa foi o encontro com Luiz Gonzaga, que fez um show em homenagem ao seu pai, um ano depois da sua morte. Lançou, recentemente, seu livro de poesias “A mesa da cozinha lá de casa”. Dentre as composições famosas, em parceria com o irmão Bira Marcolino, estão “Siá Felícia”, “A cartilha da canção” e “Porteira da Saudade”.

Zé Lucía do Palhoção (in memoriam) – José Severino de Arruda, conhecido como Zé Lucía do Palhoção, era natural de Surubim e adotou Caruaru como cidade do coração, onde viveu a maior parte da vida. Apaixonado por São João e forró, ele passou a organizar, nos anos 1970, festas de ruas nos bairros durante o período junino. Em 1975, inaugurou a Casa do Forró (localizada onde atualmente funciona a Casa dos Pobres São Francisco de Assis). O primeiro show da Casa foi de Luiz Gonzaga. O local se firmou como um dos espaços mais importantes do forró na cidade. Zé Lucía também organizou o Palhoção do Bairro Petrópolis e concurso de quadrilhas na Avenida Rio de Janeiro, no bairro São Francisco. Faleceu em 2009.

Maria do Bolo – Maria Eugênia da Silva, conhecida por Maria do Bolo, é mãe de seis filhos e responsável por uma das festas de comidas gigantes mais tradicionais de Caruaru, o Pé de Moleque gigante. Há 21 anos, ela idealizou a festa, realizada no bairro das Rendeiras, e que atrai milhares de moradores de toda a cidade. A iguaria de D. Maria chega a pesar 800 kg. Atualmente, o filho mais velho é um dos responsáveis pela produção do bolo gigante e D. Maria é a coordenadora do evento.

Sesc Caruaru inscreve para Copa de Futsal sub-20 até sexta-feira (27)

As equipes que ainda não se inscreveram para Copa Verão de Futsal Masculino do Sesc Caruaru, categoria sub-20, devem se apressar para garantir vaga na competição que terá as inscrições encerradas nesta sexta-feira, dia 27 de abril. Os interessados devem se dirigir ao Ponto de Atendimento da unidade, das 8h às 21h, para participar da tradicional disputa.

No ato da inscrição, que custa R$ 300 por equipe, é necessário apresentar nome completo e RG dos atletas e preencher a ficha de inscrição. O torneio começa no dia 29 de abril e segue até 27 de maio, com jogos sempre aos domingos, das 9h30 às 14h, no ginásio de esportes do Sesc Caruaru. A competição envolve equipes escolares, de clubes e de demais agremiações. Os três primeiros colocados serão premiados com medalhas e troféus.

A entrada para assistir aos jogos é gratuita. Para jogar, o atleta deve apresentar documento de identidade com foto.

Artigo – Armando, Paulo Câmara e Marília… Daí sairá o vencedor – por Professor Alberes Silva*

Muito se sabe sobre os possíveis candidatos que têm chance de se eleger na eleição para governador de Pernambuco, e dentro de um modelo de política reformista que em pouquíssima coisa tende a construir mudanças estruturais, três candidatos estão no caminho do palácio do Campo das Princesas.

Poderíamos citar um quarto candidato com chances, porém seja ele Mendonça Filho ou Fernando Bezerra Coelho, esses entrarão no papel de coadjuvantes apenas para garantir um segundo turno e realocar as forças com outro grupo.

A possível candidatura de Mendonça Filho para o governo passa muito mais por uma decisão pessoal do que propriamente da cúpula do DEM. As primeiras pesquisas apontam índices insignificantes e o ex-ministro pode colocar em xeque seus próximos quatro anos, o mais viável e o que tudo indica é que o Mendonça volte a tentar manter sua vaga na câmara federal. A situação do Fernando Bezerra Coelho é um pouco mais cômoda, porque mesmo diante de uma derrota, caso seja candidato, ele se mantém ainda quatro anos como Senador.

Armando Monteiro Neto, nas últimas pesquisas, vem se mantendo próximo, nas intenções de voto, do atual governador. Pesa para o petebista bases sólidas no interior, Armando busca uma composição para a majoritária, com políticos do interior, e nesse contexto cresce o nome do ex-governador e caruaruense João Lyra Neto, já que a prefeita Raquel Lyra ainda não apresentou a chapa que irá apoiar.

Marília Arraes é a candidata que mais cresceu, é favorável a ela a herança do nome Arraes e por se apresentar como uma candidata nova, a petista entra no páreo aproveitando o vácuo deixado pela impopularidade de Paulo Câmara e pelas contradições de Armando Monteiro. Será um grande erro se o PT não aproveitar a chance de ter uma candidata competitiva e com grandes chances de chegar ao segundo turno.

Paulo Câmara, atual governador, parece que só nos últimos 12 meses entendeu que no modelo governabilista de coalisão é necessário fazer alianças para fortalecer suas bases, e o contexto político convergiu para o governo ter vários partidos com políticos de expressão com bases bem montadas, acarretando com isso palanques importantes, ouso dizer que esses números que lhe colocam em primeiro lugar nas intenções de votos devem-se muito mais pelos apoios das suas bases do que propriamente suas ações.

Essa eleição mostrará três candidatos quase que em condições semelhantes para disputar um segundo turno, ao mesmo tempo apresenta três postulantes com características distintas e essa situação apimentará os debates.

Paulo Câmara, Marília Arraes e armando Monteiro têm hoje posturas antagônicas, enquanto Armando vem com sua larga experiência, condiciona a ter mais habilidades para compor o grupo, porém, os votos no senado a favor das reformas do governo Temer pode se voltar contra ele, criando um ambiente hostil e fuga de eleitores.

Paulo Câmara vem para uma reeleição sem o condicionante que lhe  fez ser governador: a figura de Eduardo Campos. Seus problemas não serão maiores porque a base construída por Campos lá atrás, em sua maioria, se mantém.

Pode-se afirmar que a Marilia Arraes (até essa data o PT ainda não oficializou sua candidatura) é a surpresa desse pleito, resta saber se todas as implicações do PT em cenário nacional afetarão seu desempenho.

*Alberes Silva é professor

Por 3 votos a 2, turma do STF tira do juiz Sérgio Moro trechos das delações da Odebrecht sobre Lula

Do G1

Com o voto de desempate do ministro Gilmar Mendes, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por 3 votos a 2 retirar do juiz Sérgio Moro, do Paraná – e transferir para a Justiça Federal em São Paulo –, trechos da delação de ex-executivos da construtora Odebrecht que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A maioria dos ministros considerou que as informações dadas pelos delatores da Odebrecht sobre o sítio de Atibaia e sobre o Instituto Lula não têm relação com a Petrobras e, portanto, com a Operação Lava Jato.

Por isso, os ministros entenderam que não há razão para os depoimentos dos delatores serem direcionados a Moro, que é o responsável pela Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal.

Os processos em andamento sobre esses temas, no entanto, não saem das mãos de Moro. Isso porque a Segunda Turma do STF julgou nesta terça-feira somente o pedido específico, da própria defesa de Lula, sobre as delações da Odebrecht e não um pedido para retirar da Justiça Federal do Paraná os processos aos quais responde o ex-presidente.

Moro não quis se pronunciar sobre a decisão. “O Juiz federal Sergio Fernando Moro não irá se manifestar sobre este assunto”, informou em nota a assessoria da Justiça Federal no Paraná. A assessoria de imprensa do Ministério Público Federal no Paraná informou que a força-tarefa da Lava Jato ainda está analisando o impacto da decisão e, por enquanto, também não vai se manifestar. A Procuradoria Geral da República informou que ainda vai analisar se recorrerá da decisão.

Para a defesa de Lula, a decisão do Supremo demonstra que não há “qualquer elemento concreto que possa justificar a competência da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba nos processos envolvendo o ex-presidente” (leia a íntegra ao final desta reportagem).

Os trechos sobre suspeitas de fraudes na construção do Instituto Lula e em reforma de sítio em Atibaia foram enviados no ano passado para o Paraná por terem relação com ações penais em andamento na 13ª Vara Federal, de Moro, e por se referirem, na avaliação do Ministério Público Federal, ao esquema de corrupção que envolveu a Petrobras e é investigado pela Operação Lava Jato.

No fim do ano passado, a defesa de Lula recorreu da decisão do STF que enviou os trechos dessas delações para Moro. Esse recurso começou a ser julgado em março – o relator Edson Fachin votou pela manutenção dos trechos desses depoimentos com Moro e o ministro Dias Toffoli pediu vista (mais tempo para analisar o caso). Nesta terça-feira, o julgamento foi retomado e concluído.

Caberá agora à Justiça Federal e ao Ministério Público em São Paulo decidirem se será aberta uma nova investigação com base nas informações dos delatores da Odebrecht ou se essas informações serão aproveitadas em processos já em andamento. Eventualmente, Moro poderá solicitar o compartilhamento das informações.