Marília Arraes pede inclusão de “Lula” no nome parlamentar

A vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), encaminhou, na tarde de hoje, memorando ao presidente da Câmara Municipal do Recife, Eduardo Marques, solicitando a alteração de seu nome parlamentar para Marília Arraes LULA.

A iniciativa faz parte da campanha nacional #EuSouLula, que vem sendo difundida pelos parlamentares petistas de todo o País e por apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a alteração, após a aprovação do presidente do legislativo municipal, o novo nome parlamentar passará a valer tanto para o registro no painel de votações, quanto para a comunicação/assinatura em processos de documentos legislativos.

Comando Presente vai solicitar reforço na segurança para a Feira da Sulanca

O Comando Presente voltou a se reunir nesta quarta-feira (11), na sede do Sindloja Caruaru, para traçar o planejamento de segurança para o Parque 18 de Maio, visando às Feiras da Sulanca do período junino, que serão realizadas aos domingos e segundas-feiras. O mês de junho é considerado o segundo melhor período para vendas, atrás apenas do fim de ano.

A presidente do Comando Presente, Fátima Amaral, explicou que uma comissão composta por representantes das entidades e associações ligadas à Feira da Sulanca irá até Recife ainda este mês para falar com o secretário estadual de Segurança Pública. “Nós vamos protocolar um ofício solicitando o aumento do efetivo policial para garantir segurança aos feirantes e compradores durante os dois dias de feira, a exemplo do que ocorreu no mês de dezembro do ano passado”, explicou. A expectativa é que o reforço policial esteja disponível nas duas últimas feiras do mês de maio e nas três primeiras feiras da Sulanca do mês de junho.

Participaram da reunião o tenente-coronel Tibério Cesar, comandante do 4° BPM; o diretor-presidente da Destra, Roberto Bezerra; o diretor financeiro do Sindloja, Manoel Santos, que presidiu a reunião, além de representantes da Acic, Associação dos Sulanqueiros, Sincovac, Sincata, Asfoban, Feira da Sulanca – Fundac, do Departamento de Feiras e Mercados e da Secretaria Extraordinária das Feiras.

Mendonça comemora criação da Universidade do Agreste

O deputado Federal e ex-ministro da Educação, Mendonça Filho participa na tarde desta quarta-feira(11), da solenidade, no Palácio do Planalto, que cria as Universidades Federais do Agreste – UFAPE, em Garanhuns, em Pernambuco e do Delta do Parnaiba, no Piauí.

A UFAPE, cuja implantação está orçada em R$ 121 milhões, resultará do desmembramento do campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Garanhuns. “Estou muito feliz em poder ter contribuído com essa iniciativa. Serão novos cargos de professor, novas vagas de trabalho e oportunidade para os estudantes das cidades do Agreste”, declarou.

Mendonça Filho afirmou que a interiorização do ensino superior é um de seus compromissos. E lembrou que trabalhou pela criação da Univasf desde seu primeiro mandato de deputado federal, ao lado do saudoso Osvaldo Coelho idealizador da Univasf. Como Governador assinou convênio para cessão de uso do prédio do Departamento de Estradas e Rodagens(DER) para a UNIVASF. Na época o prédio foi cedido para ser usado como Centro Interativo de Ciências.

Já como ministro, Mendonça Filho garantiu a autorização do novo campus da Univasf em Salgueiro, no Sertão Central, do campus da Universidade Federal em Goiana, no Litoral Norte e da UFRPE em Belo Jardim, no Agreste.

Câmara de Belo Jardim anula processo de impeachment contra Hélio dos Terrenos

A Câmara de Vereadores de Belo Jardim anulou todos os atos relativos ao processo de impeachment que havia sido aberto contra o prefeito Hélio dos Terrenos.

De acordo com o relator do processo, vereador Zé Gury, toda a tramitação estava com vícios, como, por exemplo, o desrespeito ao Regimento Interno.

Entre os erros cometidos no pedido de afastamento do prefeito estão o não cumprimento dos prazos estabelecidos no Regimento Interno e não ter comunicado o fato ao prefeito. Além disso, a leitura do pedido de impeachment não poderia ter sido feita em reunião extraordinária, que não poderia acontecer sem lançamento de edital de convocação. A comissão que analisa o caso também deveria ter sido eleita em plenário, o que não aconteceu.

Em apoio a Lula, manifestantes fecham BR-232, em São Caetano

Cerca de 150 pessoas pertencentes a famílias que fazem parte do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST/PE) e do Movimento Popular pela Reforma Urbana (MPRU/PE)  estão fechando agora um trecho da BR 232 sentido São Caetano. O ato, segundo manifestantes, é de apoio ao ex-presidente Lula, preso em Curitiba por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Polícia Civil realiza operação em São Joaquim do Monte

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou na manhã desta quarta-feira (11) a intervenção policial tática, denominada “Santos”, decorrente de investigação realizada pela Delegacia de Polícia da cidade de São Joaquim do Monte, sob a presidência da Delegada Gabrielle Nishida.

As investigações tiveram início no mês de fevereiro do corrente ano, no Município, tendo por objetivo a desarticulação de uma organização criminosa, voltado para a prática dos crimes de:

1) HOMICÍDIOS;

2) TRÁFICO DE DROGAS;

3) ROUBOS;

4) PORTE E POSSE ILEGAIS DE ARMA DE FOGO.

Ao total foram expedidos 09 Mandados de Busca e Apreensão domiciliar e 01 (um) Mandado de Prisão.

Na deflagração foram empregados 70 Policiais Civis, entre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães, com o apoio do efetivo de cães farejadores, oriundos do canil da CORE/Polícia Civil.

As informações preliminares da referida operação serão divulgadas às 10 horas, na sede da Dinter-1, na cidade de Caruaru.

Condenação de improbidade para ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe

Toinho do Pará

O Ministério Público Federal (MPF) em Caruaru, obteve na Justiça Federal, a condenação de Antonio Figueiroa de Siqueira, ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, no agreste pernambucano, além de mais duas pessoas físicas e uma jurídica, pela prática de irregularidades na gestão de recursos oriundos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, referentes ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti).

De acordo com ação de improbidade ajuizada pelo procurador da República Luiz Antonio Miranda Amorim Silva, foram verificadas, a partir de fiscalização realizada pela Controladoria-Geral da União, duas dispensas indevidas de licitação, entre 2009 e 2011, para o favorecimento da empresa de uma das pessoas condenadas, Ivalda Morais Nunes Souza. Os recursos foram repassados, por meio do Peti, para o fornecimento de gêneros alimentícios. O valor do dano causado aos cofres públicos é de aproximadamente R$ 167 mil.

Além de Antonio Figueiroa de Siqueira e das pessoas física e jurídica de Ivalda Morais Nunes Souza, a Justiça Federal também condenou o então procurador adjunto Klynger Pereira Dantas, responsável por parecer que autorizou uma das dispensas indevidas de licitação.

Por meio de nota, a assessoria do ex-prefeito diz que sobre este assunto creem haver um exagero desmerecido, totalmente possível de apresentação de defesa constitucional, haja vista, ainda se tratar de um Processo Judicial em início de tramitação perante a Vara Federal. A nota diz ainda que até sentença transitada em julgado, passível de recursos, desconhecem os motivos para tanta especulação.