Pernambuco ganha mais 1.214 policiais civis e científicos nesta segunda-feira (5)

Após cumprir agenda em Igarassu, nesta segunda-feira (05.02), o governador Paulo Câmara volta para o Recife para comandar a solenidade de formatura dos novos 822 policiais civis e 392 policiais científicos de Pernambuco.

Os mais de 1,2 mil profissionais, entre delegados, agentes, escrivães, peritos, médicos legistas e auxiliares, que concluíram os mais de três meses do curso de Formação Profissional das Polícias Civil e Científica, começarão a atuar esta semana nas delegacias e institutos de medicina legal, criminalística e identificação do Estado.

A chegada dos novos profissionais possibilitará, ainda em 2018, a descentralização de serviços nas duas operativas da Secretaria de Defesa Social (SDS), dando condições ao Estado de impulsionar ainda mais o combate ao crime, conferindo maior celeridade às perícias criminais e médico-legais, otimizando os inquéritos policiais e contribuindo para a redução da impunidade em Pernambuco.

Artigo – O ensino da medicina em Caruaru como transformador social – por José Urbano*

A nossa Caruaru tem, seguramente, a maior comunidade estudantil do interior de Pernambuco.  Segundo dados do ministério da Educação relativos a 2015, tínhamos 138 mil estudantes, do fundamental ao nível superior.  Se atualizados, creio que esse número ultrapassa 150 mil pessoas, englobando também os profissionais da educação, meus parceiros no dia a dia da construção dos múltiplos saberes.

No ano de dois mil e seis, chegou aqui o Campus Acadêmico do Agreste da UFPE, instituição da qual tenho a honra de ser servidor.  Houve um crescimento incomparável em uma década,  superior ao ritmo nacional.  E no ano de 2013, tivemos a implantação do Curso de Medicina, um capítulo a parte na universo educacional da cidade.

Vale lembrar a iniciativa do brilhante e visionário educador caruaruense Tabosa de Almeida, que idealizou esse curso meio século antes, em 1963.  É exatamente isso, por mais espantoso que possa parecer: Caruaru e o agreste esperaram por cinquenta anos – uma geração – para ter o direito de acolher em seu território a graduação em medicina.

Particularmente,  vejo pelo prisma do descaso por parte de personagens que ocuparam importantes cargos tal demora, mas esse mesmo descaso social foi superado pelo compromisso, vontade de fazer e competências de cidadãos que nunca abriram mão desse projeto, e mesmo com cinquenta anos de maturação, fizeram acontecer.

Hoje, é uma realidade: o curso dispõe de 80 vagas anuais, com um professor para cada dessas vagas, e está instalado em anexo da UFPE campus Caruaru, acolhendo alunos de 46 cidades do Brasil, numa dinâmica própria dos desbravadores da educação.  Inicialmente coordenado pelo professor Rodrigo Cariri, em parceria com o também professor Izaias e atualmente o professor Saulo, esse curso deu mais um passo adiante, quando recebeu do ministro da educação o recurso financeiro para a construção de sua sede definitiva, evento ocorrido aqui em Caruaru, no dia 26 de janeiro, com a presença do Reitor Prof. Anísio Brasileiro.

É um momento histórico para nós que estamos diretamente ligados à relação ensino-aprendizagem, e também para toda a sociedade de Pernambuco, que tem ao dispor a formação de profissionais da saúde, atividade tão necessária para suprir as demandas sempre crescentes aqui no interior.  O projeto prevê a construção dos prédios num prazo de 20 meses, e deverá acolher o curso em todas as suas dinâmicas de laboratórios, salas de estudos, aulas, escolaridade e demais infra estrutura.  Convênios com a secretaria municipal de Saúde e governo do estado só fortalecem e aproximam a relação serviço público e sociedade.

Em suma, registro os parabéns à iniciativa do saudoso doutor Tabosa de Almeida, bem como os seus seguidores que cultivaram ano após ano o ideal da graduação de medicina em Caruaru, na longa trajetória de meio século até a boa semente passar de um sonho para a realidade.  Hoje, somos nós, os “matutos do agreste” responsáveis pelo fazer qualificado na educação da saúde humanizadora.  O espetáculo mágico da educação transformadora não pode parar, nunca!

*Prof. José Urbano

Após um longo e tenebroso inverno, Central fica sem perder para o “trio de ferro” do Recife

O Campeonato Pernambucano ainda não chegou a segunda fase, mas com quase metade do primeiro turno indo embora, o atual time do Central consegue uma façanha que há muito tempo não ocorria no certame estadual: não perder para Náutico, Santa Cruz e Sport.

Tal fato (os dados não são muito precisos) só ocorreu em três ocasiões. Os torcedores mais fanáticos da patativa do Agreste garantem que só em 1991, 1986 e 1964 o time não perdeu no mesmo campeonato para os três rivais da capital.

O Central atualmente ocupa a terceira posição no Campeonato Pernambuco, venceu o Náutico e empatou contra Santa Cruz e Sport. Além disso, o time segue invicto na competição e com boas perspetivas, já que o técnico Mauro Fernandes tem o elenco nas mãos.

Brasileiros poderão obter identidade e passaporte em cartórios

Obter um documento de identificação poderá se tornar mais fácil com a publicação do Provimento n. 66 da Corregedoria Nacional de Justiça.

O Diário de Justiça publicou a medida administrativa da Corregedoria que permite ao cidadão fazer em cartórios a carteira de identidade e passaporte, condicionado apenas aos respectivos convênios das Secretarias de Segurança dos Estados e Polícia Federal com estes cartórios.

Deixará de ser obrigatória, portanto, a obtenção destes documentos apenas em órgãos públicos. Atualmente, na maioria das unidades da Federação, um cidadão precisa ir até a um órgão público, como as secretarias de segurança pública, para pedir seu RG, como é conhecido popularmente o documento que comprova a inscrição de uma pessoa no Registro Geral.

Com o Provimento, o corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, espera diminuir a burocracia para se obter um documento de identificação. Além de estender a rede de atendimento para os cidadãos, a medida da Corregedoria também amplia o rol de serviços prestados pelos cartórios que atualmente já registram nascimentos, casamentos e óbitos. “A medida possibilita que esses convênios sejam firmados para facilitar a vida do cidadão”, disse.

O primeiro passo para os cartórios auxiliarem o Poder Executivo nos serviços públicos relacionados à identificação é a assinatura de um convênio, que precisará ser firmado entre a associação que representa as chamadas serventias de registro civil de pessoas naturais e o órgão que emite determinado documento.

A Secretaria de Segurança Pública, responsável pelo Registro Geral (RG), e a associação dos cartórios do respectivo estado precisam formalizar essa parceria para facilitar o acesso da população a uma carteira de identidade. No âmbito nacional, a Polícia Federal tem de se conveniar à associação nacional dos cartórios de registro natural para dinamizar o acesso a um passaporte.

Avaliação do Judiciário

Em ambos os casos, os acordos deverão ser analisados e homologados pelo Poder Judiciário. Convênios locais passarão pelas corregedorias dos tribunais estaduais, e convênios federais, pela Corregedoria Nacional de Justiça. Será avaliada a “viabilidade jurídica, técnica e financeira” do serviço prestado, de acordo com o artigo 4º do Provimento n. 66.

O valor dos emolumentos, como são chamadas as taxas cobradas pelos serviços dos cartórios, também será objeto da análise. Após a validação do convênio, os cartórios serão credenciados e matriculados para prestar os serviços públicos de registro civil das pessoas naturais.

Segurança garantida

A Polícia Federal (PF) poderá, por meio de convênio, autorizar que os chamados cartórios de registro civil de pessoas naturais também participem do processo de renovação de passaportes. Assim, o cidadão disposto a pagar uma taxa extra pelo serviço poderá ir a um desses cartórios, onde suas digitais serão colhidas e enviadas à PF para verificação dos dados pessoais armazenados nos arquivos do órgão público responsável pela emissão do documento de viagem.

Atualmente, é preciso recorrer à PF preencher formulários, agendar atendimento e realizar os demais trâmites burocráticos no site ou nas dependências da Polícia Federal.

Segundo o juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, Marcio Evangelista, a medida não afeta a confiabilidade do passaporte brasileiro, que obedece a exigências internacionais de segurança. “A Polícia Federal continuará responsável por emitir o passaporte. O convênio só permitirá o compartilhamento do cadastro de informações dos cidadãos brasileiros com os cartórios, que apenas colherão as digitais e confirmarão para a Polícia Federal a identidade de quem solicitar o documento”, afirma.

Douglas Cintra pode ser nome de Caruaru na majoritária de Armando Monteiro

De acordo com o jornalista Inaldo Sampaio, o empresário Douglas Cintra, suplente de senador pelo PTB, que substituiu Armando Monteiro no Senado ao tempo em que este era ministro de Dilma Rousseff, poderia ser o “nome de Caruaru” na chapa majoritária das oposições.

Mas, segundo o jornalista, por ser do mesmo partido do senador, talvez não tenha chance. Ficaria uma chapa “pão com pão”.

Em Brejo, grupo da oposição oficializa apoio à reeleição de Diogo Moraes

Na sexta-feira (2), em Brejo da Madre de Deus, o grupo de oposição do município realizou um ato político, seguido de coletiva de imprensa, para firmar uma aliança com o deputado estadual Diogo Moraes (PSB). Do município brejense, estiveram presentes o líder da oposição na Câmara de Vereadores, Rubinho Nunes, e os vereadores Avecino, Júnior de Miguelão, Jobson Barros, Val e o ex-vice-prefeito Zé Dercílio.

Também estiveram presentes suplentes, lideranças comunitárias e pessoas da comunidade brejense, que demonstraram apoio à nova coalizão política do Agreste.

Outras lideranças políticas da região do Polo de Confecções do Agreste também participaram, como o prefeito de Taquaritinga do Norte, Lero Ivanildo, os vereadores de Santa Cruz do Capibaribe Júnior Gomes e Ronaldo Pacas, além de Fábio Mamão, líder da oposição em Jataúba e Prudêncio Gomes, de Toritama. Com as presenças registradas, o evento, que foi marcado para declarar apoio no município, foi amplificado e se destacou como uma grande reafirmação da representatividade do parlamentar junto às lideranças políticas do Agreste Setentrional.

Ao longo de todo o evento, realizado em uma casa de recepções de Brejo da Madre de Deus, cada participante teve seu momento de fala, todos, destacando a atuação do líder Rubinho Nunes no município, pontuando sua parceria e atenção com a comunidade. Os vereadores também foram unânimes com relação à parceria que foi firmada com Diogo.

Governo corta R$ 16,2 bilhões do orçamento de 2018

Com dificuldade para manter as contas públicas equilibradas, o Ministério do Planejamento foi obrigado a cortar R$ 16,2 bilhões no orçamento de 2018. Do valor total, quase metade representa um contingenciamento, já que o governo considera incerta a receita da privatização da Eletrobras, inicialmente prevista para este ano.

Além disso, o Planejamento subiu a previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB) de 2018, de 2,5% para 3%. Em entrevista coletiva nesta sexta (2), o ministro Dyogo Oliveira informou que o governo espera reverter o contingenciamento dos outros R$ 8,2 bilhões nos próximos meses.

Ainda segundo o ministro, caso o desbloqueio de R$ 8,2 bilhões seja aprovado pelo Legislativo, o valor será gasto com os municípios, a Defesa Civil, a Saúde, o Fundo Garantidor de Exportações (FGE), a Educação e outras despesas.

Com bloqueio dos recursos do orçamento, o governo busca cumprir a meta para as contas públicas de 2018. Este ano, o déficit primário chega a R$ 159 bilhões.

Esse valor do corte de R$ 16 bilhões é o menor desde 2008. No ano passado, o bloqueio ultrapassou R$ 42 bilhões.

Paulo Câmara e Geraldo Júlio juntos no Baile Municipal do Recife

O governador Paulo Câmara e a primeira-dama, Ana Luiza Câmara, prestigiaram, neste sábado (3), a 54ª edição do Baile Municipal do Recife, uma das tradicionais prévias carnavalescas de Pernambuco. Este ano, o evento, que aconteceu no Classic Hall, em Olinda, homenageou Nena Queiroga e Jota Michiles, anfitriões da noite e que dividiram o palco com grandes nomes da música pernambucana.

Com a renda arrecadada da festa deste ano, serão beneficiadas as entidades Instituto do Fígado e Transplante de Pernambuco; Orquestra Anjo Luz; Instituto Filadélfia; Espaço Criança; Associação Cristã Feminina do Recife e Maracatu Encanto do Pina.

Entre as atrações que animaram a noite estiveram Silvério Pessoa, Patusco, Ylana Queiroga, Cristina Amaral, Maestro Forró, Fulo de Mandacaru, D’ Breck, SpokFrevo Orquestra, Cezar e Vitor Santos e Frevália com: Romero Ferro, Clarice Falcão + Priscila Cannibal.