CONTA DE LUZ: 2018 começa com bandeira tarifária verde

2018 começou com uma boa notícia para os brasileiros: a conta de luz vai ficar mais barata em janeiro. Isto porque a Agência Nacional de Energia Elétrica determinou que a bandeira tarifária neste mês vai ser da cor verde, ou seja, não terá custo extra para o consumidor.

Acesse a versão desta notícia para blogs e sites

Em dezembro de 2017 a bandeira foi vermelha patamar 1, uma das tarifas mais caras, com custo de R$ 3,00 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Esta tarifa só fica atrás da vermelha patamar 2. Este aumento costuma ocorrer por conta da necessidade de operar usinas termelétricas mais caras para compensar a geração hidráulica inibida pela falta de chuvas.

Bom, mas mesmo que a cor da bandeira tenha mudado para a verde e indique condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional, é preciso que o consumidor use a energia de forma consciente e combata o desperdício. Quem dá algumas dicas de como economizar e gastar menos é o pesquisador do Grupo de Economia da Energia, Renato Queiroz.

“O chuveiro elétrico gasta muito. Então eu tenho que fazer uma banho eficiente. Deixar menos tempo o chuveiro ligado, economizar o uso daquilo ali. Não vamos cantar no banheiro que vai gastar muita eletricidade. Quem é o outro vilão também é a geladeira. Então vamos abrir e fechar menos a geladeira. Eu vou dar um terceiro, que é o ferro elétrico, que gasta muita energia também. É melhor acumular a roupa e passar menos vezes. Se você todo dia passa roupa, passa roupa, você tem um período que vai esquentar o ferro e vai gastar muito. Então, também cuidado para você não ficar toda a hora usando aquele ferro elétrico de passar roupa.”

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica também sugere que os consumidores limpem regularmente o filtro do ar condicionado e só o ligue com o ambiente fechado; troquem as lâmpadas incandescentes pelas de LED, que são mais econômicas; apague a luz sempre que sair; deixe a TV ligada só quando alguém estiver assistindo; espere para lavar roupa e louça, quando a máquina estiver cheia, e se puder, pinte o interior da casa com cores claras, para refletir melhor a luz.

Lembrando que as concessionárias não interligadas ao Sistema Interligado Nacional, o SIN, não participam do sistema de Bandeiras Tarifárias, como as que estão localizadas no Estado de Roraima.

PDT é partido mais governista do Brasil, diz jornal

Levantamento feito pela Folha de São Paulo, publicado nesta terça-feira (2), revela que o PDT, embora faça oposição ao presidente Michel Temer, é o partido que tem o maior número de filiados em cargos de primeiro escalão nos governos estaduais, seguido pelo PMDB, PSB, PSDB e PSD.

Os pedetistas ocupam cargos em 13 governos estaduais, entre eles Pernambuco, tendo assumido no mês passado a Secretaria de Agricultura do governo Paulo Câmara.

O secretário Wellington Batista foi indicado pelo deputado federal Wolney Queiroz, presidente regional do partido e seu pai, José Queiroz, ex-prefeito de Caruaru.

O PDT tem 22 secretários em vários estados. O PMDB, maior partido político do Brasil, participa de 9 governos com 19 secretários.

O PDT administra diretamente dois Estados, ambos na região Norte: Amazonas (Amazonino Mendes) e Amapá (Waldez de Góes).

No Ceará e na Bahia, o partido governa com o PT. No primeiro, tem a vice-governadora Izolda Cela e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio. No Pará, apoia o PSDB. Em Pernambuco, apoia o PSB. E assim por diante.

Na Câmara Federal, o PDT tem apenas 21 deputados, sendo que a bancada mais numerosa é a do Ceará: quatro parlamentares.

O partido pretende disputar a Presidência da República nas próximas eleições do o ex-ministro Ciro Gomes e, em Pernambuco, lançar a candidatura de José Queiroz para o Senado.