Gilvandro reconhece derrota e deseja boa sorte a novo prefeito de Belo Jardim 


Por meio de nota o atual prefeito interino e presidente da Câmara, Gilvandro Estrela (PV), se manifestou sobre o resultado da eleição suplementar em Belo Jardim. Ele reconheceu a derrota e desejou boa sorte ao novo prefeito, Helio dos Terrenos (PTB). Segue a íntegra da nota. 

Nota oficial União por Belo Jardim

A coligação União por Belo Jardim vem a público parabenizar a coligação Belo Jardim para Todos pela vitória das eleições suplementares 2016 no município. Bem como os candidatos da coligação Belo Jardim em Boas Mãos pela participação no pleito.

Desejamos que a nossa amada Belo Jardim seja administrada com os mesmos zelo, respeito e honestidade garantidos pela atual gestão municipal, cujo prefeito Gilvandro Estrela comanda desde 22 de maio passado e que irá se estender com os mesmos princípios até o dia 31 de julho.

Por fim, agradecemos aos que acreditaram no nosso projeto de uma Belo Jardim mais justa e digna. E firmamos o nosso compromisso com toda população belo-jardinense, independente da sua bandeira partidária, que continuaremos firmes e fortes defendendo os interesses da população seja no plano local, estadual e/ou nacional.

Nossa campanha foi linda, limpa e transparente. Não usamos de práticas ilegais, nem sabotamos nossos adversários, por isso, continuamos de cabeça erguida e convictos de que as pessoas deste município merecem uma vida com mais cuidado por parte dos gestores públicos e, sobretudo, com mais dignidade.

Assessoria de Imprensa da Coligação União por Belo Jardim

Hélio dos Terrenos é novo prefeito de Belo Jardim 


O empresário Hélio dos Terrenos (PTB) foi eleito, neste domingo (02), prefeito de Belo Jardim. O petebista venceu o ex-vice-prefeito Luiz Carlos (PSB) por 46,16% dos votos válidos a 33,27%. O prefeito interino Gilvandro Estrela (PV), que ficou em terceiro, obteve 20,57% dos votos. Apesar do acirramento político e de um flagrante de boca de urna, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) avaliou como positiva a eleição suplementar. A abstenção foi de 24,01%.

A vitória de Hélio contou com apoio do senador Armando Monteiro (PTB), pré-candidato ao governo estadual em 2018 e representa derrotas para o ministro da Educação Mendonça Filho (DEM), que apoiou Gilvandro Estrela e para o PSB, que indicou Luiz Carlos. 

O pleito suplementar ocorreu, neste domingo, porque o ex-prefeito João Mendonça foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito, em maio.