Ouça a conversa entre Michel Temer e o empresário Joesley Batista

Temer

O empresário Joesley Batista, da JBS, gravou encontro com o presidente Michel Temer (PMDB) no qual o peemedebista incentiva a continuidade do pagamento de uma propina mensal ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba, pela Operação Lava Jato, para que ele continue em silêncio.

Ouça abaixo o áudio:

Aécio anuncia saída da presidência do PSDB. Tasso Jereissati é o novo presidente do partido 


G1 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou uma nota no fim da tarde desta quinta-feira (19) na qual anunciou ter se licenciado da presidência do PSDB.

Na mesma nota, Aécio informa ter indicado à Executiva Nacional do PSDB o nome do senador Tasso Jereissati (CE) para exercer a função interinamente.

A divulgação da nota ocorre no mesmo dia em que Aécio foi afastado do mandato de senador por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato.

Íntegra

Leia abaixo a íntegra da nota de Aécio:

Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.

Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial.

O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo.

Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país.

Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.

Estou seguro de que, sob seu comando, com o apoio de nossos governadores e prefeitos, de nossas bancadas no Senado e na Câmara, dos nossos diretórios estaduais, de nossos líderes municipais e de todos nós, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória.

Prefeitura de Caruaru emite nota e diz que está à disposição do MPPE 


Sobre o que foi requerido do Ministério Público a prefeitura de Caruaru, Fundação de Cultura e Turismo e Branco Promoções em suspender o contrato para construção da estrutura para construir a estrutura do São João 2017, a prefeitura emitiu uma nota parecida com a que foi enviada devido a posição do Tribunal de Contas do Estado. Segue a íntegra da nota:

“A Prefeitura de Caruaru informa que ainda não foi notificada com relação a qualquer ação executada pelo Ministério Público de Pernambuco referente ao São João de 2017. A gestão municipal reafirma que está à disposição de todos os órgãos de controle para prestar qualquer tipo de esclarecimento que seja necessário.

 A Prefeitura reitera, ainda, que o processo de contratação foi conduzido em respeito à legalidade e aproveita para confirmar o início dos festejos juninos no dia 3 de junho, conforme anunciado”. 

Michel Temer: “Não renunciarei” 


Terminou no fim desta tarde o breve pronunciamento do presidente da República Michel Temer. Ele chamou as supostas gravações de clandestinas e negou que tenha comprado o silêncio do delator. Temer disse que pediu às gravações para ter acesso a defesa, mas disse que não obteve êxito. Disse ainda que vai esperar pela investigação do Supremo e cobrou agilidade nas investigações. “Não renunciarei”, disse. 

Mas no momento da fala dele, pouquíssimas pessoas presentes aplaudiram a fala do peemedebistas. Mais informações ainda hoje. 

Presidente nacional do PSB pede saída de Michel Temer 


Diante das graves denúncias contra o presidente da República e das informações veiculadas a partir da noite de ontem, o presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, defendeu a imediata entrega do cargo ocupado pelo deputado federal Fernando Coelho Filho, como ministro de Minas e Energia. Esta demanda é apresentada, mesmo que a indicação para tal cargo jamais tenha sido feita, reivindicada ou chancelada pela direção nacional, o que se justifica pelo fato de que o partido não pode admitir, que um de seus membros faça parte de um Governo antipopular que perdeu, por inteiro, sua legitimidade para governar o Brasil, afirmou o presidente do PSB.