Mais de 400 políticos e 26 partidos foram citados por delatores da Lava Jato

sergio-guerra

Segundo o jornal “O Estado de São Paulo” deste domingo (16), os delatores da Odebrecht citaram em seus depoimentos os nomes de 415 políticos de 26 partidos.

O PT é o que tem o maior número de citações (93), seguido pelo PMDB e o PSDB, ambos com 77. De Pernambuco aparecem o senador Humberto Costa (PT), o ex-senador Sérgio Guerra (PSDB), já falecido, e o deputado federal Betinho Gomes (PSDB).

Também aparecem na citação dos delatores o presidente Michel Temer e cinco ex-presidentes da República: José Sarney (PMDB), Fernando Collor (PSC), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT).

Além deles, também aparecem nas delações os senadores José Serra (PSDB-SP), Aécio Neves (PSDB-MG), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), os governadores Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e Fernando Pimentel (PT-MG), o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) e o pastor Everaldo Pereira (PSC-RJ).

O PP é a quarta sigla mais citada nas delações, com 35 membros, incluindo o seu presidente, senador Ciro Nogueira (PI), seguido pelo DEM com 22 citações.

O PSB tem 19 membros citados pelos delatores, o PSD 15, o PTB 11, o PR e o PCdoB 10, o PPS 9 e o PDT 8.

Oposição diz que Pernambuco registrou mais de 1.600 assassinatos só este ano

Deputado Silvio Costa Filho

Dados divulgados pela bancada de oposição na Assembleia, mostram que Pernambuco registrou só este ano 1.650 assassinatos, crescimento de mais de 35% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizadas 1.181 mortes. A informação foi dada neste domingo (16) pelo líder da Oposição, deputado Sílvio Costa Filho (PRB), com base em dados oficiais.

Segundo ele, “nos próximos dias a Secretaria de Defesa Social deve apresentar o balanço da criminalidade do mês de março, que, segundo dados disponíveis no próprio site da Secretaria, bateu novo recorde como o mês mais violento de todo o ‘Pacto pela Vida’, com 548 mortes, o que representa uma média de 17,7 crimes por dia.

Ainda de acordo com ele, dados da SDS revelam que entre janeiro e março deste ano foram cometidos 1.522 crimes violentos letais intencionais em Pernambuco – além de 130 nos 10 primeiros dias do mês de abril.

Em relação aos crimes contra o patrimônio, que inclui roubos e assaltos, foram registradas 10.321 ocorrências no mês passado, elevando a conta no ano para 31.570. “Os números representam uma média de um caso de roubo ou assalto a cada quatro minutos”, disse o líder da Oposição.

“Entra secretário, sai secretário; entra comandante, sai comandante e a violência continua aumentando em Pernambuco. Há seis meses no cargo, o secretário Angelo Gioia (Defesa Social) não conseguiu reduzir os índices de criminalidade. Muito pelo contrário, sob o seu comando a SDS registrou mais de 2.900 assassinatos em Pernambuco, uma média de quase 500 mortes por mês”, acrescentou.