Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe apresenta dados do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência

DSC_4759

A prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe apresentou dados do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência, iniciado em primeiro de Dezembro de 2016. O encontro aconteceu na sala de reuniões do poder executivo municipal e contou com a presença de Dida de Nan, vice-prefeito, representantes de entidades, vereadores, secretários municipais, Polícia Militar e imprensa.

Com a execução do plano, a Guarda Civil Municipal aumentou suas atividades em prédios e vias públicas, ampliou o número de veículos à disposição da corporação e houve melhorias na iluminação pública da cidade. A ação trabalhou através de rondas ostensivas motorizadas e abordagens em pontos estratégicos nos perímetros urbano e rural de Santa Cruz do Capibaribe.

“Essa reunião foi estrategicamente planejada e pensada para maturação do Plano de Enfrentamento a Violência que estamos vivenciando. Coronel Sena precisava desse tempo, desse período para que as ações pudessem ser efetivamente vivenciadas no município”, destacou Áurea Priscila, Secretária de Planejamento.

Tenente Coronel Sena, Secretário de Defesa Social, falou sobre o funcionamento do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência. “Mostramos de forma bem objetiva, os números das nossas operações. Nesses dois meses e meio a gente vem procurando cuidar além do patrimônio, conduzir pessoas que estão cometendo atos criminosos até a delegacia de polícia para que os agentes façam os procedimentos pertinentes”, pontuou o secretário.

“Eu acredito que a gente vislumbra tempos melhores, porque essa interação entre Secretaria de Defesa Social, Polícia Militar, Civil e sociedade é salutar. Muito importante para que possamos identificar os problemas e tratá-los pontualmente, resguardando a segurança pública na cidade”, disse Capitão Martins, Comandante de Policiamento Militar em Santa Cruz do Capibaribe.

Após apresentação do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência, foi realizada a primeira reunião do Gabinete Integrado de Segurança Pública de Santa Cruz do Capibaribe.

Polícia Civil realiza Operação Profissão Perigo e tem como alvo a prefeitura de Panelas

A Policia Civil de Pernambuco desencadeia na manhã desta sexta feira (17) a Operação Profissão Perigo, com o objetivo de identificar e prender pessoas suspeitas de integrarem uma associação criminosa envolvida em esquema de desvio de verbas da Prefeitura de Panelas.

Serão cumpridos 04 mandados de prisão temporária e 08 mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo juiz da Vara Única da Comarca de Panelas. As investigações foram efetuadas pela Delegacia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos – DECASP, sob a presidência da delegada Patrícia Domingos, apoiada pelo Núcleo de Inteligência da DECASP e suporte operacional da DINTEL e CIIDS. A investigação teve origem com a denúncia de desvio de verbas publicas feita pela Prefeitura de Panelas

Na execução do trabalho operacional, participaram 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A operação é supervisionada pela Chefia de Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada Especializada-DIRESP, Gerência de Controle Operacional Especializada-GCOE e Delegacia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos-DECASP.

Armando visitará Igarassu nesta sexta-feira já de olho em 2018

armando

O senador Armando Monteiro (PTB) fará uma visita ao município de Igarassu nesta sexta-feira (16) para assistir à abertura do ano letivo da rede municipal em companhia do prefeito Mário Ricardo (PTB) e do deputado federal Jorge Côrte Real.

Uma das atrações deste evento será o poeta Antonio Marinho, que vai apresentar o show “Em canto e poesia”. Marinho participou, profissionalmente, das duas campanhas de Eduardo Campos ao Governo do Estado e da de Paulo Câmara à sucessão deste, em 2014.

A agenda do senador terá início às 9h, na Prefeitura, onde se reunirá com o secretariado municipal. Após ouvir as demandas do prefeito, ele se deslocará para a Câmara Municipal para uma reunião com os vereadores.

Petebistas avaliam que o senador estará dando com esta visita o ponta pé visando à disputa pelo governo estadual em 2018.

O petebista está em processo de conversação com os ministros Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), aos quais seriam oferecidas as duas vagas do Senado.

Vice-governador despede-se do Conselho Nacional de Educação

Raul aproveitou a festa para anunciar emenda de R$ 200 mil caption]

O vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, despediu-se nesta quinta-feira (16) do Conselho Nacional de Educação por não ter conseguido conciliar essa função com a de secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente regional do PMDB.

A decisão foi comunicada por ele ao ministro da Educação, Mendonça Filho, que o nomeara para o cargo. O ministro assistiu hoje (16) à sanção pelo presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, da sanção da nova Lei do Ensino Médio.

Na ocasião, o presidente Temer declarou que “este é um governo de reformas, um governo de ousadias, porém, ousadias responsáveis e necessárias para que o país possa prosperar”.

“A reforma no ensino médio é apenas uma das que estamos querendo aprovar. A educação é fundamental e é por isso que, no próximo orçamento, teremos mais R$ 10 bilhões para o setor”, disse o presidente.

A Medida Provisória nº 746, de 22 de setembro de 2016, agora transformada em lei, foi aprovada na semana passada, pelo Senado, por 43 votos a favor, 13 contra e nenhuma abstenção.

Entre as principais mudanças estão a flexibilização curricular, a ampliação da carga horária e a formação técnica na grade do ensino médio, além da indução da escola em tempo integral.

“Esta é a maior mudança estrutural na educação básica do Brasil em décadas e mostra a sintonia do nosso governo com os projetos de futuro dos jovens do país. O novo ensino médio vai proporcionar mais protagonismo para o jovem e mais oportunidades para ele do ponto de vista profissional e educacional”, declarou Mendonça Filho.

Com o novo ensino médio, a carga horária subirá de 800 para 1,4 mil horas anuais. As escolas devem fazer essa ampliação de forma gradual, em um prazo de cinco anos. O texto aprovado permite ainda que as redes autorizem profissionais com notório saber a ministrar aulas exclusivamente em disciplinas dos cursos técnicos e profissionalizantes.

A reforma prevê a obrigatoriedade das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática ao longo dos três anos. Além disso, a língua inglesa, não obrigatória, passará a ser a partir do sexto ano do ensino fundamental. No ensino médio, as redes poderão oferecer outras línguas estrangeiras, com preferência para o espanhol.

Em 2015, o ensino médio não alcançou a meta estipulada, de 4,3 pontos no Ideb. O indicador se mantém estável desde 2011, na casa dos 3,7. Além disso, as taxas de abandono na escola são elevadas e o desempenho dos estudantes está cada vez mais em declínio.

Governo do Estado deve R$ 1 bi aos municípios, diz líder da oposição Sílvio Costa Filho

silvio

O líder da Oposição na Assembleia Legislativa, Sílvio Costa Filho (PRB), acusa o Governo do Estado de estar devendo R$ 1 bilhão aos municípios pernambucanos referente a recursos não repassados pelo FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal).

Segundo ele, o FEM deveria ter disponibilizado para as prefeituras desde o seu lançamento em 2013 cerca de R$ 1,3 bilhão, mas no governo de Paulo Câmara pouco se avançou na liberação desses recursos e as edições de 2016 e 2017 sequer foram lançadas.

“Do FEM 2015, o último lançado pelo Governo, apenas 3,5% foram efetivamente repassados aos municípios, tendo sendo pagos apenas R$ 9,3 milhões de um total anunciado de R$ 263,2 milhões”, disse o líder da oposição.

Segundo ele, há um débito de R$ 436 milhões, que somado às edições de 2016 e 2017 (R$ 607 milhões) eleva para mais de R$ 1 bilhão o total de recursos que as administrações municipais deixaram de receber do Governo do Estado.

Após o carnaval, a oposição vai convidar o secretário Márcio Stefani (Planejamento), a Amupe e a União de Vereadores de Pernambuco (UVP) para discutir o programa em audiência pública na Alepe.

epresentantes de bancos vão se reunir com o Procon/PE nesta sexta-feira

Pedro-Eurico-foto-divulgação-Alepe

Atendendo a um chamamento do secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, representantes de bancos que tiveram agências explodidas em Pernambuco nos últimos meses vão se reunir nesta sexta-feira (17), na sede do Procon/PE, no Recife, para discutir alternativas para o enfrentamento do problema.

Foram convidados representantes dos Bancos do Brasil, Santander, Itaú, Caixa Econômica Federal e Bradesco. Eles deverão comprovar ao Procon que estão tomando as medidas necessárias para a reabertura das agências que foram explodidas pelos bandidos.

A convocação foi feita por meio de medida acautelatória assinada pelo secretário na semana passada. Foi dado um prazo de cinco dias aos bancos, que expirou no último dia 12, para que as agências fossem reabertas, mas eles não tomaram conhecimento desta exigência.

Para fiscalizar o cumprimento da medida, fiscais do Procon visitaram 13 cidades pernambucanas que tiveram agências explodidas nos últimos meses.

Foram elas: Abreu e Lima, Goiana, São Vicente Férrer, Glória do Goitá, Amaraji, Barreiros, Ipojuca, Sirinhaém, Betânia, Capoeiras, Lajedo, Terra Nova e Verdejante.

A fiscalização constatou que o Banco do Brasil de São Vicente Férrer e Porto de Galinhas continuam fechados. Já em Goiana, Glória do Goitá, Amaraji, Barreiros e Sirinhaém, o BB está atendendo à população apenas de forma parcial.