Prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda será menor

Neste ano o prazo para entrega da “Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2017 ano base 2016”, será menor, tendo início no dia 02 de março e tendo como prazo final 28 de abril. Fato que redobra a necessidade de atenção por parte dos contribuintes.

“Três dias podem parecer pouco, mas o que preocupa é principalmente o prazo final, sendo que, já é histórico o fato dos brasileiros deixarem a entrega para a última hora, com isso, a chance de entregas com atrasos ou mesmo com o material incompleto é muito grande, crescendo também os riscos da malha fina”, alerta o diretor executivo da Confirp Contabilidade, Richard Domingos.

A Confirp já elaborou um quadro que detalha as condições que fazem com que um contribuinte passe a estar obrigado a entregar sua declaração, veja:

As pessoas físicas residentes no Brasil que receberam rendimentos tributáveis (salários, pro-labore, alugueis por exemplo) superiores a R$ 28.123,91 ano de 2016;

Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis (doações, rendimentos de poupança, letras de créditos, etc) ou tributados exclusivamente na fonte (aplicações renda fixa, ganho de capital, décimo terceiro, etc), cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

Quem obteve ganho de capital na venda de bens ou direitos (imóveis, veículos, motos, etc), sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
Quem tiver a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, também deve declarar IR neste ano;

Contribuintes que passaram à condição de residente no Brasil, em qualquer mês do ano passado;

Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;
Quem teve, no ano passado, receita bruta em valor superior a R$ 140.619,55 oriunda de atividade rural.

Raquel Lyra segue tendo surpresas com situação financeira do município

Raquel Lyra

Há 35 dias à frente da prefeitura de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) disse no Recife, 6ª passada, que praticamente todos os dias é surpreendida por uma informação nova sobre a situação financeira do município, cujos dados não lhe foram passados de forma completa pela equipe de transição do ex-prefeito José Queiroz (PDT). Os detalhes foram repassados numa entrevista ao comunicador Geraldo Freire.

Assembleia instala Frente Parlamentar para debater a reforma previdenciária

Rodrigo Novaes na ALEPE - Crédito: ASCOM ALEPE

A Assembleia Legislativa de Pernambuco decidiu criar uma comissão, também chamada de Frente Parlamentar, para debater a reforma da Previdência que se encontra em tramitação no Congresso Nacional.

A Frente foi instalada na última quinta-feira (2) e tem como relator o deputado Rodrigo Novaes (PSD), que é advogado e tem conhecimento do assunto.

Assistiram à instalação o juiz federal Joaquim Lustosa, o advogado e especialista em Direito Previdenciário, Almir Reis, o presidente do Instituto Advogados Previdenciários de Pernambuco, Ney Araújo e o representante da OAB, Alexandre Vasconcelos.

“Já discutimos anteriormente alguns pontos polêmicos da PEC 287/2016 durante uma audiência pública na Assembleia Legislativa e vamos aprofundar essa discussão. Esta Casa não pode deixar de participar de um debate tão importante, que mexe com a vida de milhões de pessoas”, declarou Rodrigo Novaes.

Segundo ele, “existe uma desconfiança muito grande a respeito da gestão dos recursos da previdência e a sociedade precisa conhecer melhor essa situação”.

PRB desiste de candidato próprio em Ipojuca para apoiar Célia Sales

silvio

Após intervenção do presidente regional do partido, deputado Sílvio Costa Filho, o PRB de Ipojuca desistiu de lançar candidato próprio à prefeitura nas eleições de 2 de abril para cerrar fileiras ao lado da candidata do PTB, Célia Sales (PTB).

O candidato do PRB seria o presidente municipal do partido, “Gaúcho”. Mas ele foi convencido pelo parlamentar de que duas candidaturas no campo da oposição favoreceria a volta do ex-prefeito Carlos Santana (PSDB), que foi derrotado nas últimas eleições pelo ex-vereador Romero Sales (PTB) por mais de 8 mil votos de vantagem.

“Gaúcho” aceitou as ponderações de Sílvio Costa e retirou sua candidatura. Com isto, subiu para 15 o número de partidos que irão fazer parte da coligação de Célia Sales.

“O PRB, mais uma vez, renova o compromisso com este projeto, que é o melhor para Ipojuca. Estaremos com o PTB nessa bonita vitória que vamos construir em nossa cidade”, disse o dirigente municipal.

Célia Sales teve sua candidatura oficializada neste domingo (5) durante convenção realizada na Faculdade José Lacerda.

Já o candidato do PSDB, Carlos Santana, também fez sua convenção neste domingo, o que significa dizer que teremos em Ipojuca uma reprise do confronto eleitoral que houve lá em outubro último.

O petebista Romero Sales foi o candidato mais votado, porém foi impedido pela Justiça Eleitoral de ser diplomado e tomar posse porque foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado num processo de improbidade.

Deputado Fernando Monteiro pode trocar o PP pelo PSB

Fernando-Monteiro-Foto-Agência-Câmara

Informa o JC deste domingo (5) na coluna política de Giovanne Sandes que o deputado federal Fernando Monteiro (PP) estaria desconfortável em seu partido, onde não tem uma boa relação com o presidente estadual Eduardo da Fonte, e poderá se transferir para o PSB.

Monteiro está na Câmara Federal como suplente e isso facilitaria sua troca de partido porque o mandato depende da caneta do governador Paulo Câmara, de quem ele estaria se aproximando.

Neste sábado, o deputado esteve na cidade de Itamaracá para conhecer as ações administrativas do prefeito Tato (PSB), cujo vice é Giovanna Uchoa (PDT), filha do deputado Guilherme Uchoa (PDT).

Monteiro visitou a orla, o Centro Cultural Estrela de Lia, o Pontal de Jaguaribe e Vila Velha, onde conheceu a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, uma das mais antigas do Brasil. É nela que está sepultado o Padre Tenório, um dos heróis da Revolução Pernambucana de 1817.

Depois visitou também a cirandeira Lia, que é a artista popular mais conhecida de Itamaracá e a maior referência em Pernambuco no ritmo “ciranda”.

Lula espera pedido de desculpas dos “facínoras” que fizeram acusações contra Marisa Letícia

Lula

“Quero que facínoras que levantaram leviandade contra ela tenham a humildade de pedir desculpas”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, neste sábado (4), em São Bernardo do Campo (SP), durante velório de sua mulher, Marisa Letícia, que morreu na véspera no Hospital Sírio Libanês (SP) vítima de um acidente vascular cerebral hemorrágico.

Lula discursou por cerca de 40 minutos após uma cerimônia religiosa ecumênica presidida pelo bispo emérito da diocese de Bauru, dom Dom Angélico Sândalo Bernardino.

“Eu vou continuar agradecendo à Marisa até o dia que eu não puder mais agradecer, até o dia em que eu morrer. Espero encontrá-la com esse mesmo vestido que eu escolhi para colocar nela, vermelho, para mostrar que a gente não tinha medo de vermelho quando era vivo, e não tem medo de vermelho quando morre”, disse o ex-presidente no velório, que se realizou na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo.

“Ela está com uma estrelinha do PT no seu vestido e eu tenho orgulho dessa mulher. Muitas vezes essa molecada (sindicalistas) dormia no chão da praça da matriz e a Marisa e outras companheiras vendendo bandeiras e camisetas para a gente construir um partido que a direta quer destruir”, disse o ex-presidente.

Segundo ele, sua ex-mulher morreu “triste” devido às acusações que o Ministério Público fez contra ela no âmbito da Operação Lava Jato, mas vai provar sua inocência e também a dela.

“Na verdade, Marisa morreu triste porque a canalhice, a imbecilidade e a maldade que fizeram com ela, eu vou dedicar… Eu tenho 71 anos, não sei quando Deus me levará. Mas acho que vou viver muito porque quero provar que os facínoras que levantaram leviandade com a Marisa tenham, um dia, a humildade de pedir desculpas a ela”, acrescentou o ex-presidente.

O corpo da ex-primeira-dama foi cremado no cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo, em cerimônia restrita para os seus familiares.