Candidatos a prefeito de Caruaru divulgam agenda para essa quarta-feira (21/9)

img_3411-3.jpg

Tony Gel (PMDB)
11h – Entrevista na Rádio Nova FM, com o apresentador Ivo Sutter
15h – Apresentação do Plano de Governo na Associação Caruaruense de Cegos (Acace)
19h – Ciclo de perguntas com candidatos a prefeito, promovido pela OAB na CDL.

Jorge Gomes (PSB)
8h – gravação para o guia eleitoral
12h – entrevista na TV Asa Branca
15h – diálogo sobre Política Pública Municipal de inclusão da pessoa com deficiência na Acace
19h – debate na OAB
19h30 – caminhada no Bairro Riachão
20h30 – assembleia no SINDLOJA

Raquel Lyra (PSDB)
8h30 – Reunião com o Sinteduc;
10h – Visita ao Colégio Exato;
12h30 – Entrevista numa emissora de rádio;
19h – Ciclo de perguntas com candidatos a prefeito, promovido pela OAB.

Rivaldo Soares (PHS)
9h – Grava para o guia eleitoral;
12h -Entrevista à rádio Metropolitana
17h – Visita ao bairro São João da Escócia.
19 – Participa de um Ciclo de perguntas realizado pela OAB Caruaru.

Erick Lessa (PR)
9h – Porta a porta na Vila Padre Inácio;
15h – Porta a porta no Cedro;
19h – Debate na OAB;
22h – Reunião com a coordenação da campanha no comitê;

Eduardo Guerra (PSOL)
Durante a manhã visitará os moradores do Loteamento Che Guevara no Alto do Moura
A tarde reunião com assessores
A noite participará de um Ciclo de perguntas realizado pela OAB Caruaru.

Jefferson Abraão (PCB)
10h – Concede entrevista em uma rádio Comunitária;
15h – Tem encontro com ACACE na CDL;
19h – Participará de um Ciclo de perguntas realizado pela OAB Caruaru.

Juiz proíbe peças publicitárias de Lessa com o nome de vice da Rede

O juiz da Propaganda Eleitoral de Caruaru, Brasílio Guerra, deferiu liminar no sentido de retirar as peças publicitárias da coligação A Caruaru do Futuro Começa Agora, que tem como candidato o Delegado Lessa (PR), com o nome do vice da Rede, Sandro Vila Nova, que iniciou a campanha ao lado de Lessa na majoritária. Com a liminar, a Coligação vai ter uma nova dor de cabeça, já várias peças foram confeccionadas com os nomes de ambos, como os perfurados de carros, por exemplo. 

O magistrado determina que o nome de Vila Nova seja trocado pelo de Marilia Mota, do PR, nova vice da chapa. A ação foi impetrada pela Coligação Juntos por Caruaru, que tem Raquel Lyra (PSDB), na cabeça de chapa. A decisão foi publicada no mural do Tribunal Regional Eleitoral. 

Prefeitura de Santa Cruz diz que Festa de Setembro vai atender exigências sobre segurança 

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe entende e louva a preocupação do Ministério Público de Pernambuco sobre seu entendimento quanto à Tradicional Festa de Setembro ou Festa dos Padroeiros, porém esclarece que o festejo é mais antigo que a própria cidade e vem sendo realizado durante anos ininterruptos, dentro ou fora de períodos eleitorais. Trata-se da cultura tradicional do povo santa-cruzense, não merecendo a possibilidade de cancelamento.

Entendendo as dificuldades econômicas vividas, a Prefeitura adequou os investimentos de modo a não comprometer substancialmente os cofres municipais, inclusive trabalhando com orçamento inferior ao ano de 2015.
Sobre a segurança do evento, o deputado estadual Diogo Moraes, em contato com o Governo do Estado e com o comando da Polícia Militar, conseguiu garantir as diárias necessárias para que o efetivo da PM esteja presente todas as noites da festividade.

A Prefeitura não descumpre Leis e a Legislação Eleitoral vigente será preservada com a proibição de divulgação de nomes de agentes políticos que concorrem nas eleições. A Festa de Setembro já está em funcionamento desde a última segunda-feira (19), com parques de diversão e barracas. O evento contribui não só com a manutenção das tradições de Santa Cruz do Capibaribe, como também com o aquecimento do comércio local, além de gerar emprego e renda, principalmente para o pequeno comerciante.

Rivaldo Soares participa de sabatina no Sismuc Regional

rivaldo

Dando sequência a série de sabatina com os prefeituráveis do Município, foi realizado na sede do SISMUC Regional, o segundo dia de diálogos com candidatos. Nesta terça-feira, 20, foi a vez de Rivaldo Soares do PHS, expor suas propostas em benefício a categoria de Servidores Públicos do Município. Nesta quinta-feira, 22, teremos a presença de Jorge Gomes do PSB, na sexta-feira, 23, Eduardo Guerra do PSOL, na segunda-feira, 26, Tony Gel do PMDB e na quarta-feira, 28, Raquel Lyra do PSDB.

O candidato a prefeito de Caruaru, Rivaldo Soares do PHS, recebe do Presidente do SISMUC Regional, Eduardo Mendonça, a pauta de reivindicações da categoria e assina o seu compromisso com a classe.

Governadores do Norte e Nordeste do Brasil assinam manifesto e pedem apoio ao Governo Federal

Carta dos Governadores do Nordeste, Norte e Centro Oeste do Brasil

Vivemos uma das mais graves crises brasileiras na economia, na política e chegando no social, principalmente com seca, com grande perda de grãos e outros produtos e falta de água para abastecimento humano e animal, paralisação de obras públicas e programas federais e o desemprego crescendo. A queda da economia afeta, especialmente, os Estados que dependem mais das receitas partilhadas com a União, principalmente o Fundo de Participação dos Estados – FPE. E por isto as nossas regiões são as mais atingidas.

Em 2015 e também em 2016 os Estados adotaram medidas sérias, reduziram despesas e conseguiram economizar. Mas a queda da receita, especialmente o FPE e recursos dos Estados não liberado pela União, como os recursos previstos na Lei Kandir de 2014 provisionado para pagamento este ano (compensação do ICMS das Exportações, não cobrados pelos Estados para incentivar mais exportação), novos incentivos da União reduzindo IPI e IRPJ e subida automática de preços de energia, comunicação, combustível etc engoliram todo este esforço.

Dos 27 Estados e Distrito Federal, 21 já chegaram a uma situação de colapso e prejudicando serviços essenciais sabidamente na segurança, saúde, dentre outros, atrasando o repasse para os outros poderes, atrasando salários dos servidores ativos, aposentados e pensionistas. E permanecendo no rumo dos últimos meses, quem ainda não teve problema sabe que é questão de tempo.

Com base em estudos do CONFAZ – Conselho dos Secretários da Fazenda e também do Tribunal de Contas da União, demonstramos ao Governo Federal, em documento e agenda com o Presidente da República, Michel Temer, e sua equipe, que R$ 14 bilhões é a soma destes impactos em nossas receitas e pedimos ajuda ao Chefe do Executivo sob a forma de Auxílio Emergencial, além da liberação de recursos da Lei Kandir. E dissemos que, por entendimento entre os governadores, após agendas com equipe do Governo Federal, e compreendendo a difícil situação da União, reduzimos o pleito para o valor de R$ 7 bilhões. Lembramos ainda que do esforço do povo brasileiro para o alongamento das dívidas com a União, de um total de R$ 55 bilhões, estes 20 Estados do Nordeste, Norte e Centro Oeste, representam apenas 9% de todo o montante da dívida com a União, alguns inclusive sem dívida com a União, e os outros 7 Estados ficando com 91%. Defendemos a unidade nacional, e reconhecemos que os Estados mais desenvolvidos precisam desta solução, mas defendemos também o equilíbrio e justiça federativa, e pedimos a compensação, reforçando a situação emergencial para suprir serviços essenciais à população, no valor de R$ 7 bilhões.

Destacamos neste processo o importante apoio das bancadas do Nordeste, Norte e Centro Oeste, principalmente na Câmara e no Senado, onde já apresentaram emendas para assegurar o Auxílio Emergencial aos Estados, no valor de R$ 7 bilhões, ao Projeto de Lei Complementar 257/2015 que trata do alongamento das dívidas dos Estados e da PEC 241, que trata do teto dos gastos públicos, e muitos têm comparecido às nossas agendas e manifestando apoio ao Pleito.

O presidente Michel Temer disse que reconhecia a gravidade vivida pelos Estados, e que tinha sensibilidade, explicou a ajuda dada ao Estado do Rio de Janeiro, que Decretou Calamidade, na fase em que sediou as Olimpíadas Mundiais, e que ele havia liberado cerca de R$ 2,9 bilhões. Reafirmamos nosso apoio à ajuda dada ao Rio de Janeiro e relatamos que muitos Estados já haviam tomado esta decisão de Decretar também Calamidade mas, sabendo da gravidade para o país, apostamos na sensibilidade do Presidente.

Ele Disse ainda que em 15 dias após aquele dia 16/08/16, apresentaria uma solução. Nesta última semana pedimos a agenda para uma resposta e fomos recebidos a pedido do Presidente da República pelo Ministro Henrique Meireles da Fazenda, e sua equipe. E a resposta foi que não poderia atender ao pleito dos 20 Estados destas 3 regiões. E também que não poderia liberar este valor a título de antecipação das receitas previstas com base na Lei da Repatriação, outra alternativa apresentada, por não saber o valor exato a ser recolhido. E nem mesmo como empréstimo no modelo do Programa Emergencial Financeiro – PEF, desburocratizado.

Diante disto, comunicamos ao Ministro Meireles e equipe, que muitos Estados já estavam preparando o texto e providências legais para, no caminho do Rio de Janeiro, Decretarem Calamidade, e tomamos a decisão de ninguém publicar o Decreto e de insistir em sermos recebidos pelo Presidente Michel Temer, e seguir buscando um entendimento.

Sabemos, que a verdadeira saída é a retomada do crescimento, gerando emprego e renda. E temos consciência da gravidade do impacto da Decretação de Calamidade por vários Estados brasileiros ao mesmo tempo, inclusive podendo afetar a meta principal que é estabilizar a queda na economia e na criação de um ambiente melhor para os investidores.

No início da noite da última terça feira, em contato com a coordenação do Fórum dos Governadores, membro da equipe do Presidente Michel Temer informou que ele tinha dificuldades de agenda esta semana mas que buscaria organizar um novo momento para nos receber.Somos 20 governadores do Brasil, com 60 Senadores e Senadoras, metade da composição da Câmara dos Deputados, representando cerca da metade da população do Brasil que, diante desta situação, tomamos também a decisão de fazer este comunicado ao Povo Brasileiro.

Brasília, 18 de setembro de 2016.
Fórum dos Governadores do Nordeste, Norte e Centro Oeste

Lula realiza ato com João Paulo no centro do Recife

Lula

Por Marcelo Montanini – Da Folha de Pernambuco

Como anunciado na última semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarca na próxima quinta-feira (22) no Recife para realizar ato de campanha com o ex-prefeito João Paulo (PT), candidato à Prefeitura do Recife. O ato, com o líder petista, será realizado às 17h na Praça da Independência, em Santo Antônio – também conhecida como Praça do Diário -, local em que os últimos atos “Fora Temer!” se encerraram.

Estuda-se ainda a possibilidade de realizar uma caminhada, com concentração às 16h na Câmara Municipal do Recife até a Praça da Independência. Neste mesmo horário da concentração está previsto o desembarque dele no Recife.

“Para além de defender o legado, a presença de Lula é importante para demonstrar de qual lado está a candidatura de João Paulo em relação ao ‘golpe’, a democracia e a defesa dos direitos sociais, trabalhistas e populares”, destacou Vivian Farias, secretária Nacional de Coordenação Regional do PT.

Além da Capital pernambucana, o ex-presidente Lula também cumpre agenda no mesmo dia em Fortaleza, no Ceará, e Natal, no Rio Grande do Norte. O líder petista não conseguirá ir à Petrolina por causa de uma conferência que terá de participar na sexta-feira (23), em São Paulo, com organismos internacionais, que estão reunidos em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Diante disso, apesar de se tratar de um ato de campanha de João Paulo, todos os candidatos petistas deverão estar no palanque.

COMDICA apresentará carta-compromisso aos candidatos a prefeito da Capital do Agreste

Na próxima quinta-feira o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) – Caruaru apresenta uma Carta-Compromisso aos candidatos a prefeito da Cidade. A carta é um conjunto de afirmação dos direitos humanos de toda população e, em especial das crianças e adolescentes.

De acordo com a entidade, o documento representa uma superação de uma dívida histórica do Estado brasileiro para com crianças, adolescentes e suas famílias. O ato será a partir das 14h, no Centro Social São José do Monte – rua Rua Presidente Nilo Peçanha, 22 – São Francisco.

Governador distante do Recife, Olinda e Caruaru – Por Inaldo Sampaio

Paulo-Câmara-_-foto-Wagner-Ramos-Sei

O governador Paulo Câmara tem participado ativamente das campanhas políticas no interior e cidades da área metropolitana. Esteve em São Lourenço com o prefeito Gino Albanez, em Jaboatão com o vice Heraldo Selva, em Ipojuca com o prefeito Carlos Santana, em Petrolina com o deputado Miguel Coelho, em Sertânia com o deputado Ângelo Ferreira, em Serra Talhada com o candidato Victor Pereira, em Igarassu com o ex-prefeito Yves Ribeiro, etc. Apoio de governador não define eleição municipal, porém dá charme ao palanque. Câmara não passa por um bom momento em termos de popularidade, haja vista a crise que aflige o Estado, mas tem bom conceito e por isso sua presença é reivindicada por muitos candidatos. Sua ausência continua sendo notada em Olinda, Caruaru e Recife, nas duas primeiras porque a Frente Popular se dividiu e, na capital, por orientação dos marqueteiros de Geraldo Júlio.

Apoio de governador não decide eleição municipal, mas dá charme ao palanque do candidato que o convida

Sismuc Regional apoia Dia Nacional de Paralisação promovido pela CUT e CNTE

O Sismuc Regional convocou toda a categoria docente da Rede Pública Municipal de Ensino, para mais um dia de luta em defesa de uma educação justa e de qualidade no País. Nesta quinta-feira dia 22 de setembro, acontece mais um dia Nacional de Paralisação. Nesta data, trabalhadores de vários segmentos se organizarão e cruzarão os braços em todas as cidades do país para combater a pauta imposta pelo governo à classe trabalhadora.
Será uma paralisação nacional organizada pela CNTE – e demais entidades sindicais – com vistas a organizar uma greve geral nos próximos dias. O quadro colocado para a educação e educadores, tanto em nível local quanto nacional, é extremamente grave e desfavorável, exigindo da categoria uma postura corajosa para que direitos não sejam retirados e que avanços não sejam impedidos.

Abaixo a pauta:
. Pelo pagamento das pecúnias dos aposentados;
. Pelo reajuste imediato do do vale-alimentação;
. Gestão Democrática / Eleições 2016;
. Contra a Lei da Mordaça;
. Contra a PEC 241;
. Contra o PLP 257/PLC 54;
. Contra o PL 4567;
. Contra a Reforma da Previdência;
. Em defesa da Lei do Piso.