Candidatos a prefeito de Caruaru divulgam agenda para essa quarta-feira (14/9)

img_3411.jpg

Eduardo Guerra (PSOL)
Pela manha bate papo com estudantes em uma escola particular;
A tarde participará de um debate na Unifavip;
A noite se reunirá com assessores;

Tony Gel (PMDB)
8h – Apresentação das propostas em um Colégio particular;
10h – Gravação para o guia eleitoral;
13h – Participa de entrevista na Rádio Globo FM;
20h30 – Reunião com o Sindicato dos médicos de Pernambuco – SIMEPE

Jorge Gomes (PSB)

8h – Gravação para o guia eleitoral
15h – Participa de debate na Unifavip
17h – Reunião de mobilização
19h – Reunião com lideranças
20h30 – Reunião de mobilização

Raquel Lyra (PSDB)

11h – Entrevista na Nova FM;
15h – Participa de debate na Unifavip;
17h – Entrevista na Rádio Morro;
19h – Faz porta a porta no Sítio Campos e em Taquara de Baixo;

Delegado Lessa (PR)
10h – Porta a porta no João Mota
15h – Debate UNIFAVIP para Prefeito
18h – Porta a porta Jardim Panorama

Rivaldo Soares (PHS)
Não enviou agenda ao Blog.

Jefferson Abraão (PCB)
9h – Reunião com a militância;
12h30 – Entrevista na metropolitana FM;
15h – Participa de debate na Unifavip

Em Caruaru, candidatos a vereador pela Rede só disputam eleição se convenção válida for do dia 5 


Segue o imbróglio envolvendo a Rede em Caruaru. Após o partido ser obrigado a abrir mão da vaga de vice na chapa do Delegado Lessa (PR), três candidatos a vereador pela legenda protocolaram junto à justiça eleitoral um requerimento informando que só disputam o pleito se a convenção do partido for validada no dia 5 de agosto. As duas convenções da Rede estão suspensas devido a decisão da Juíza Orleide Rosélia. No entanto, se a defesa da Rede validar a convenção do dia 5 e apoiar Lessa, Rodrigo Carvalheira, Márcio Sales e Gil Bobinho irão renunciar à candidatura a vereador.

A decisão deve sair nos próximos dias.

Rede diz que vai recorrer para ratificar convenção do dia 4 e confirma desistência de Sandro Vila Nova 

Nota Oficial da Rede Sustentabilidade

Face à decisão da Juíza Orleide Rosélia, do Registro Eleitoral de Caruaru, que indeferiu o pedido de registro da candidatura do Delegado Lessa, para o cargo de prefeito, e de Sandro Vila Nova, para o cargo de vice-prefeito, e considerou inválidas as convenções da REDE, realizadas nos dias 04 e 05 de agosto de 2016, respectivamente, pela Comissão Provisória Municipal e por um grupo de dissidentes do partido no município, a Rede Sustentabilidade vem à público esclarecer o que segue:

A) A REDE, através do advogado Walber Agra, da coligação “A Caruaru do Futuro Começa Agora”, já está recorrendo judicialmente para assegurar o registro das suas candidaturas, legitimamente definidas na convenção municipal realizada no dia 04/08/2016 e tem plena convicção de que reverterá essa decisão, pois cumpriu todas as formalidades previstas na legislação eleitoral e no estatuto partidário;

B) Para não prejudicar a candidatura do delegado Lessa e viabilizar o deferimento do seu registro, cujo prazo se esgotou em 12/09/2016, a Rede Sustentabilidade, em conjunto com o seu candidato à vice-prefeito, Sandro Vila Nova, decidiu que o mesmo deveria renunciar à essa candidatura, permitindo a sua substituição, em tempo hábil, e, dessa forma, garantir a continuidade da candidatura à prefeito do delegado Lessa, que é uma alternativa verdadeiramente nova, séria, ética, democrática e competente para estar à frente da administração do município de Caruaru nos próximos quatro anos;

C) Na verdade, esse imbróglio judicial que envolve a REDE é decorrente do desespero de um grupo de dissidentes, e dos seus mentores, que insistem em não acatar as decisões tomadas pelas instâncias partidárias e tentam desesperadamente desestabilizar a nossa coligação, pois estão inconformados com a aceitação e o crescimento da candidatura do delegado Lessa, junto ao eleitorado de Caruaru, conforme atestam as pesquisas eleitorais;

D) A REDE reitera sua confiança em Sandro Vila Nova como seu porta-voz municipal e como coordenador do partido na coligação que vai consolidar e garantir a candidatura do delegado Lessa no segundo turno e elege-lo, com a força do povo, prefeito de Caruaru.

Recife, 13 de setembro de 2016.

Rede Sustentabilidade/Pernambuco

Sobrinho de governador mineiro é alvo de nova fase da Operação Acrônimo

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (13) a sétima fase da Operação Acrônimo, que apura um esquema de lavagem de dinheiro por meio de sobrepreço e inexecução de contratos com o governo federal, desde 2005. Um dos focos da investigação é Felipe Torres, sobrinho do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do PT. Torres deve ser levado coercitivamente para depor ainda hoje.

Em acordo de delação premiada, o empresário Benedito Rodrigues disse que o governador mineiro teria repassado 800 mil reais que o sobrinho investisse em um restaurante no interior de São Paulo. Benedito Rodrigues, conhecido como Bené, já foi preso em outra fase da Operação Acrônimo e é apontado como suposto operador de Pimentel. Segundo o delator, o dinheiro é fruto de propina do esquema de corrupção investigado na operação da PF.

A PF cumpre quatro mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva nos estados de São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal.

Fiepe vai realizar debate com candidatos a prefeito de Caruaru

fiepe

A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) promove o “Diálogo da Indústria com candidatos à Prefeitura de Caruaru”, no auditório da Unidade Regional Agreste (URA), nessa terça-feira (13/9), a partir das 15h30. A iniciativa irá proporcionar ao empresariado o conhecimento sobre as principais propostas dos postulantes ao cargo de gestor público municipal.

A participação de cada candidato seguirá a mesma ordem: abertura, apresentação das propostas do candidato ao governo, perguntas dos empresários do município e respostas dos candidatos, considerações finais e coletiva de imprensa com os jornalistas. A ordem dos candidatos foi definida em sorteio realizado com assessores de campanha, no último dia 29 de agosto, na URA, e será da seguinte maneira: Tony Gel (PMDB), Jorge Gomes (PSB), Raquel Lyra (PSDB) e Erick Lessa (PR).

A Fiepe construiu um regulamento que irá orientar a programação. O mediador do diálogo, ao início de cada participação, apresentará e reforçará a importância do cumprimento das regras para garantir a ampla e igualitária participação dos presentes. Candidato a prefeito e a vice-prefeito irão compor a mesa juntamente com a Diretoria Regional da URA, durante o tempo determinado para cada coligação.

O candidato terá 20 minutos para apresentar suas propostas destinadas ao setor industrial. Em seguida, empresários do setor, que foram escritos, previamente, pela Fiepe, poderão fazer perguntas de até um minuto que serão respondidas em até quatro minutos pelos políticos. Ao todo, seis perguntas elaboradas de antemão serão igualmente dirigidas aos candidatos. As perguntas irão envolver os seguintes temas: indústria, meio, ambiente, infraestrutura, terceirização e políticas sociais.

Os participantes irão responder aos mesmos questionamentos. Finalizando a participação, os candidatos terão até 10 minutos para fazer suas considerações finais sobre tema de livre escolha. Em seguida, em uma sala preparada para a imprensa, o candidato estará disponível para responder às perguntas dos jornalistas presentes por até 10 minutos.

“O Diálogo da Indústria com os candidatos vai acontecer tanto na sede da Fiepe como nas três regionais: Petrolina, Araripina e Caruaru, com mesmo modelo e formato. Nosso objetivo é tratar com prioridade as demandas da indústria. Queremos ouvir os candidatos sobre os projetos para o segmento, que é grande gerador de empregos em Caruaru. Entre eles, por exemplo, quais são as propostas de infraestrutura para o Distrito Industrial, de apoio às Micro e Pequenas Empresas e de incentivo fiscal. A expectativa é que possamos criar laços com esses candidatos, fortalecendo o relacionamento com a nossa instituição e criando um canal de diálogo permanente com o futuro gestor da nossa cidade”, destaca o diretor regional da Fiepe, Andrerson Porto.

Rivaldo Soares anuncia desistência de disputar a prefeitura de Caruaru

Rivaldo Soares

O empresário Rivaldo Soares usou as redes sociais para informar que não vai mais disputar a prefeitura de Caruaru pelo PHS. Por meio de uma carta ele informou a renúncia e fez críticas a partidos, políticos e imprensa para justificar a decisão de não ir para o pleito. Os baixos índices nas pesquisas também foram anunciados como consequência entre os argumentos apresentados pelo empresário. Segue abaixo a carta.

carta

Com prazo vencendo nesta terça (13), apenas 20% dos candidatos enviaram contas parciais ao TSE

contas

Até as 10h desta segunda-feira (12), apenas 20% dos candidatos haviam enviado a prestação de contas parcial de campanha. Termina nesta terça-feira (13), às 23h59, o prazo para que candidatos, partidos políticos e coligações remetam à Justiça Eleitoral relatórios discriminados das transferências do Fundo Partidário, dos recursos em dinheiro e dos estimáveis em dinheiro que tenham recebido para financiamento de campanha eleitoral e dos gastos realizados, abrangendo o período do início da campanha (16 de agosto) até o dia 8 de setembro.

Para o chefe da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do TSE, Eron Pessoa, a situação preocupa. “É importante que candidatos e partidos não deixem para enviar a prestação de contas nas últimas horas do prazo a fim de evitar uma sobrecarga dos sistemas”, orientou.

O último boletim gerado pelo Sistema de Prestação de Contas Eleitorais 2016 mostra que apenas 20,92% dos candidatos enviaram as informações à Justiça Eleitoral, ou seja, do total de 478.887 candidatos, 100.203 apresentaram os dados.

A análise do boletim por cargo revela um percentual ainda menor de entrega: apenas 2.719 candidatos a prefeito enviaram a prestação de contas parcial, de um total esperado de 16.465 envios, o que equivale a 16,51%. Dos candidatos que disputam o cargo de vereador, 97.484 enviaram as informações até as 10h de hoje, o que equivale a 21,08% do total esperado de 462.422. Partidos também devem observar o prazo, mas até agora chegaram ao TSE apenas 7,37% prestações parciais das legendas, de um total esperado de 101.080 envios, o que abrange informações dos diretórios nacionais, estaduais e municipais dos 35 partidos com registro no TSE.

A prestação de contas parcial será divulgada no Portal do TSE na próxima quinta-feira (15). Com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165), partidos, coligações e candidatos passaram a ser obrigados a informar à Justiça Eleitoral o recebimento de doações em dinheiro em até 72 horas contadas do seu recebimento. Já os relatórios discriminando as transferências do Fundo Partidário, os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados, devem ser enviados em dois momentos: até 13 de setembro (prestação parcial) e 30 dias após o pleito (prestação final).

Belém de Maria tem terceiro prefeito em menos de um ano

prefeitura_de_belem_de_maria

Do G1 Caruaru

O município de Belém de Maria, na Mata Sul de Pernambuco, está sob o comando do terceiro gestor em menos de um ano. A presidente da Câmara assumiu a prefeitura nesta segunda-feira (12) durante sessão na Câmara de Vereadores, conforme a procuradoria do município. Ela tomou posse do cargo após a vice-prefeita ser afastada na sexta-feira (9). As mudanças se dão após a “Operação Pulverização” que investiga um suposto desvio de R$ 100 milhões no município.

A presidente da Câmara, Maria do Socorro Barbosa de Araújo (PPS), disse que pediu desistência da reeleição para assumir o cargo de prefeita. Ela foi vereadora por dois mandatos. O G1 não conseguiu contato com os advogados da vice-prefeita.

Já a vice-prefeita – que foi afastada do cargo por determinação da Justiça – é candidata à prefeitura. Ela está entre os investigados da “Pulverização”, conforme informou o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em fevereiro deste ano. Ela assumiu a prefeitura – em dezembro de 2015 – quando o prefeito Valdecir José da Silva (PSB) fugiu após a operação ser deflagrada. O prefeito passou sete meses foragido e se entregou à polícia em 30 de agosto, no Recife.

A força de Luciana em Olinda

Luciana-Santos1

Luciana Santos tem lugar assegurado no 2º turno na disputa eleitoral pela prefeitura de Olinda. Foi prefeita duas vezes, fez o sucessor em 2008 (Renildo Calheiros), tem forte inserção nos bairros periféricos e preside nacionalmente o PCdoB. A disputa pelo 2º lugar continua acirrada entre o Professor Lupércio (SD), Izabel Urquiza (PSDB), Antonio Campos (PSB) e Teresa Leitão (PT). Com informações de Inaldo Sampaio.

Álvaro Porto denuncia “clima de faroeste” no Agreste Meridional

O deputado Álvaro Porto (PSD) voltou a criticar nesta segunda-feira (12) o clima de insegurança que existe no Agreste Meridional de Pernambuco. Segundo ele, ainda se encontra foragido o suplente de vereador José Crisóstomo dos Santos (PSB),do município de Lajedo, acusado de atirar em José Félix de Moura, na última quinta-feira (8), no distrito de Santa Luzia.

O crime teria sido motivado por questões políticas, de acordo com informações do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior. Conhecido como “João Balão”, o socialista foi visto em praça pública armado com um rifle e ameaçando eleitores. O disparo aconteceu durante discussão por questões de campanha.

A vítima, que foi atingida no abdômen, é casado com a candidata a vereador conhecida como “Dona Lucinha (PSD)”, integrante de coligação que apoia a reeleição do prefeito Rossine Blesmany (PSD).

“Estamos vivendo cenas de faroeste, com políticos atirando contra as pessoas. Isso precisa ser combatido e o criminoso deve ser preso”, disse o parlamentar, que representa a região na Assembleia Legislativa.