Vice-prefeita de Belém de Maria é afastada do cargo, diz procuradoria


Reportagem do G1 Caruaru 

A vice-prefeita de Belém de Maria, na Mata Sul de Pernambuco, foi afastada do cargo por determinação da Justiça. De acordo com a procuradoria do município, ela deixou as atividades na sexta-feira (9). A vice-prefeita assumiu o comando da prefeitura após a “Operação Pulverização” – que investiga um suposto desvio de R$ 100 milhões nos cofres públicos. O G1 não conseguiu contato com os advogados da vice-prefeita.

A vice-prefeita está entre os investigados da “Pulverização”, conforme informou o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em fevereiro deste ano. Ela assumiu a prefeitura quando o prefeito Valdecir José da Silva (PSB) fugiu após a operação ser deflagrada. O prefeito passou sete meses foragido e se entregou à polícia em 30 de agosto, no Recife.

Como o prefeito e a vice estão afastados, quem deveria assumir era a presidente da Câmara de Vereadores, mas ela é candidata nas eleições 2016, conforme o procurador do município, Raony Renan. O G1 não conseguiu contato com a vereadora para saber se ela vai assumir o cargo de prefeita. O procurador do município informou que a parlamentar já foi notificada do afastamento da vice-prefeita.

Prefeito se entregou
O prefeito de Belém de Maria, Valdecir José da Silva (PSB), se entregou à polícia no dia 30 de agosto, no Recife. Ele estava foragido há sete meses suspeito de chefiar um grupo criminoso responsável por desviar R$ 100 milhões da Prefeitura de Belém de Maria.

Cunha deve ser julgado na próxima segunda-feira (12/8)

Após aplicar uma série de medidas protelatórias que conseguiram fazer do seu processo o mais longo da história do Conselho de Ética, o deputado afastado Eduardo Cunha enfrentará finalmente, em dois dias, a sessão determinante para seu futuro político. Está marcada para as 19h de segunda-feira a votação do parecer que pede a cassação do mandato do peemedebista. Embora ainda busque votos e tente aplicar manobras, Cunha chegará ao dia 12 sem o apoio robusto que já teve de seus antigos aliados e será alvo de protestos.

A maioria das bancadas dos deputados chegará a Brasília na segunda-feira. Antes da sessão de votação, às 13h, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) colocará em votação cinco medidas provisórias. A expectativa é de que, mesmo com tentativas que serão aplicadas para que se vote uma punição mais branda, como a suspensão do mandato, Cunha acabe cassado. Alguns de seus principais apoiadores, como integrantes do chamado centrão, bloco de 13 partidos médios e pequenos que tradicionalmente apoiam Cunha, não estão unidos em prol da salvação do ex-presidente da Casa.

Apoiado pelo peemedebista na campanha pela presidência da Câmara, o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), afirmou que a bancada está liberada. “Esse é um assunto que o partido entende que a bancada está livre para votar de acordo com sua consciência. Eu sugiro que cada parlamentar aproveite, se não o fez ainda, para ler o relatório do deputado Marcos Rogério ou do presidente Eduardo Cunha, independente se já tem uma opinião formada”, disse o deputado.

Mesmo com a ação de aliados para tentar esvaziar a sessão de segunda, a expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é de que haja um quórum de pelo menos 420 deputados para realizar a votação. O PSD, garante Rosso, estará em peso. “Uma sessão que tem um mês no mínimo de antecedência de marcação, eu imagino que vai ter um quórum alto. O PSD é um dos partidos mais assíduos da Câmara dos deputados. Independente de qual seja a votação, qual tema, os parlamentares da legenda comparecem para votar e não será diferente segunda-feira”, afirmou Rosso.

Aumento da violência em Pernambuco entra na “pauta eleitoral”


A bancada da oposição na Assembleia Legislativa resolveu introduzir no debate das eleições deste ano o aumento da violência em Pernambuco nos últimos 24 meses.

Segundo nota divulgada nesta sexta-feira (9) pelo líder Sílvio Costa Filho (PRB), “o mês de agosto terminou com números pouco favoráveis ao dia a dia da população”. Pois, segundo dados da Secretaria de Defesa Social, foram registrados 71 homicídios no Recife, “o pior resultado para um mês, desde 2013, quando foi criada a Secretaria Municipal de Segurança Urbana”.

Além disso, diz a nota da oposição, foram registrados em Pernambuco no mês de agosto 363 assassinatos – “o segundo pior resultado do ano, atrás apenas de março, quando foram registradas 395 mortes intencionais”. No acumulado de 2016, acrescenta a nota, Pernambuco registrou de janeiro a agosto 2.769 homicídios, “superando em 26,6% o resultado do mesmo período do ano passado.
“No Recife, infelizmente, a alta do número de homicídios é ainda mais dramática: 439 crimes violentos nos primeiros oito meses deste ano, ante 319 no mesmo período em 2015, um crescimento de 37,6%”, diz a nota.

E conclui: “Desde que o ‘Pacto pela Vida’ do Recife foi criado, em 2013, o número de homicídios na capital pernambucana teve um crescimento de 43%. Isso mostra a completa ineficiência do programa implantado ainda no início da gestão Geraldo Júlio, que prometia auxiliar o Estado a reduzir a criminalidade. Segundo informações da própria SDS, o Recife é hoje a cidade pernambucana onde mais se cometem homicídios letais intencionais”.

Armando Monteiro segue com intensa agenda pelo interior 


O senador Armando Monteiro (PTB) participou, na noite desta sexta-feira (9), de caminhadas e comícios nos municípios de Ipojuca e Vitória de Santo Antão. Subiu ao palanque dos aliados Romero Sales (PTB) e Professor Edmo Neves (PMN), respectivamente. Com ambos, Armando enfatizou a necessidade de intensificar as ações na reta final da campanha e o discurso de que a mudança começa pelos municípios.

“Em Ipojuca, fizeram de tudo para tentar desestabilizar a candidatura de Romero. O outro lado não tem programa de governo. O programa deles é continuar esse marasmo, é continuar a não fazer nada. E o único discurso era dizer que Romero não conseguiria registrar a candidatura, mas hoje estamos celebrando o momento em que a Justiça Eleitoral confirma a legalidade e a legitimidade da candidatura de Romero, que é um homem de fé e sabe que todos os obstáculos serão sempre superados. Que essa alegria e emoção que sentimos aqui ao percorrer as ruas de Ipojuca se mantenham, pois essa energia haverá de conduzir o nosso companheiro Romero à Prefeitura”, destacou Armando.
“Todos sabemos e estamos vendo que não vivemos um bom momento no tocante à segurança pública. As famílias estão inquietas. A gente tem medo quando os filhos saem de casa. Mas para mudar esse quadro, primeiro a gente tem que mudar os municípios, e em Vitória essa mudança atende pelo nome de Edmo Neves”, completou o senador.
Neste final de semana, Armando agendou compromissos com aliados em cinco municípios. No sábado, o senador marca presença em Jaboatão dos Guararapes, com Anderson Ferreira (PR); Abreu e Lima, com Katiana Gadêlha (PDT); Bonito, com Walter Maroja (PTB); e Cortês, com Ernane Borba (PSDB). No domingo, participa de comício e caminhada com Fernando Aragão (PTB), em Santa Cruz do Capibaribe.

Resultado do Ideb não foi surpresa para o Sismuc


Já era de se esperar e não ter surpresa em relação à triste realidade a qual vive o sistema educacional de Caruaru. Em nota recente divulgada pelo Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb), mostra que apesar do aumento dos resultados de 2015, comparado aos anos anteriores, o Município mais uma vez não conseguiu atingir o desempenho das metas propostas pelo Governo. O ensino fundamental do 5º e 9º ano da rede pública em Caruaru ficou abaixo da média prevista pelo Ministério da Educação (MEC), segundo avaliação nacional realizada. Na rede pública, o município obteve nota no 5º ano de 4,5, abaixo da média de 4,9. No 9º ano, a meta era de 4,0 e ficou em 3,8.
O Presidente do SISMUC Regional, Eduardo Mendonça, relaciona a falta de estrutura, má condição de trabalho e desvalorização do docente em Caruaru, como fatores diretos para o baixo rendimento letivo. “Nós continuamos trabalhando com professores desmotivados, por conta de um famigerado PCC que não respeita os nossos direitos e também lembramos que grande parte da rede de ensino é composta por CT, contratos temporários, que ganham abaixo de 50% do quê o efetivo. Mostra que estamos com o quadro defasado. Lembrando ainda, que Caruaru é um dos municípios do Agreste que mais recebe recursos federais para a Educação, mesmo assim ficou atrás de municípios como Panelas. Talvez esses recursos não estejam sendo aplicados da melhor forma,” lamentou Mendonça.

Candidatos a prefeito de Caruaru divulgam agenda deste sábado (10/9)

Confira os compromissos de campanha dos candidatos à Prefeitura de Caruaru para este sábado (10/9).
Jefferson Abraão (PCB)

Pela manhã visita o Marco Zero e faz panfletegem em pontos de ônibus pela cidade. 


Tony Gel (PMDB) 

8h  – Gravação para o guia eleitoral 

13h – Encontro com lideranças no Sítio Olho d’água da Cana. 
15h – Reunião com lideranças no Bairro Petrópolis 
19h – Caminhada pelas ruas dos bairros Caiucá e Vila Kennedy.

Jorge Gomes (PSB) 

9h – Porta a porta no Bairro Divinópolis
15h – porta à porta no Sítio Lajes e Jacaré Grande 

19h – Caminhada do Bairro Santa Rosa, saída da Rua Capitão Dé. 


Eduardo Guerra (PSOL)

O blog não recebeu a agenda do candidato.

Raquel Lyra (PSDB)

8h – Visita a uma empresa
9h – Reunião com a coordenação de campanha

13h30 – Porta a porta no 4º Distrito: Medeiros, Lagôa de Pedra, Cajazeiras e Serrote dos Bois

19h – Caminhada no bairro do Salgado


Delegado Lessa (PR)

9h – Visita ao evento de Judô no Polo Comercial

10h – Visita à Feira de Artesanato

15h – Visita ao Congresso da Assembléia de Deus Madureira

16h – Porta a Porta no Alto Santa Rosa

19h – Inauguração do comitê de um candidato a vereador

19h30 – Vistia à Assembléia de Deus, no bairro Rendeiras


Rivaldo Soares (PHS)

O blog não recebeu a agenda do candidato.