Celpe alerta para propaganda política em locais inadequados

img_2904.jpg

Desde o último dia 16 de agosto, as cidades estão vivendo intensamente o período de propaganda política. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) faz um alerta neste período para algumas situações que podem significar risco de segurança, falta de energia e problemas no faturamento em decorrência de atitudes inadequadas:

Postes e estruturas: É proibido colar cartazes nos postes bem como acessar as estruturas para afixar faixas e cartazes.

Cartazes com estruturas metálicas ou de madeira: Esse tipo de peça não pode ser instalada próximo à rede elétrica, pois, com o vento forte, pode se deslocar e entrar em contata com a rede elétrica, o que pode provocar interrupção no fornecimento de energia e, até mesmo, acidente em função de um curto-circuito.

Colagem de propaganda política nas caixas que abrigam os medidores de energia: Historicamente, no período eleitoral a empresa registra com certa frequência, no Recife e em diversos municípios de Pernambuco, a colagem de adesivos de propaganda política nas tampas de medidores de energia. Em muitos casos, o adesivo colado nas caixas de medição impede a realização da leitura, o que obriga a distribuidora a realizar o faturamento por média e pode acarretar em acúmulo de consumo. A fim de facilitar o acesso do leiturista ao medidor, a Celpe orienta aos consumidores a verificarem, regularmente, a integridade da caixa de medição.

Paulo Câmara destaca a importância de valorizar a Independência

paulo-camara

Em comemoração aos 194 anos da Independência do Brasil, mais uma edição do tradicional Desfile Cívico-Militar foi realizada, nesta quarta-feira (07.09), no Recife. Realizado na Avenida Marechal Mascarenhas de Morais, no bairro da Imbiribeira, a celebração contou com mais de oito mil participantes, entre militares, entidades civis e escolas das Redes Públicas e Privadas do Estado. O governador Paulo Câmara participou da revista da tropa, ato que antecede o início da marcha, acompanhado do Comandante Militar do Nordeste (CMNE), o general de Exército Artur Costa Moura. Eles seguiram em carro aberto, um Lincoln 1933, do Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, o Geraldão, até o Viaduto Tancredo Neves.

“O nosso 7 de Setembro é uma importante data que precisa ser comemorada. É essencial a gente rememorar os valores da Independência, com o desfile das Força Militares, Civis, estudantes e sociedade organizada. É importante, também, entender que temos muito o que fazer para que o Brasil seja, efetivamente, um país independente, que cumpra seus objetivos de ser uma nação justa e que atenda a todos de forma igual”, pontuou Paulo Câmara.

O Desfile Cívico teve inicio com o destacamento das escolas e entidades. Mais de 61 unidades de ensino e entidades civis – um total de 4.150 pessoas -, seguiram em marcha pela avenida, partindo do Viaduto Tancredo Neves até o cruzamento com a Avenida Antônio Falcão. Em seguida, além da Polícia Militar, com 500 integrantes, desfilaram ainda a Marinha do Brasil, com 320; o Exército Brasileiro, com 2.125; a Força Aérea Brasileira, com 700; o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, com 300; e a Guarda Municipal de Recife, Olinda e Jaboatão, com 250. O ato foi encerrado com a passagem das 146 viaturas de emprego militar das diversas Forças, que percorreram os quatro quilômetros do trajeto.

Jorge Gomes aproveitou 7 de Setembro para fazer campanha na cidade e zona rural

jorge

A manhã do feriado de 7 de Setembro foi movimentada para o candidato a prefeito Jorge Gomes (PSB). Acompanhado da militância, ele percorreu a avenida Joaquim Nabuco, na via paralela, onde acontecia o desfile cívico. “O desfile mostra o trabalho que é realizado nas escolas pela Prefeitura. É bonito de se ver. Todas as crianças fardadas e dando show. Quero ver Jorge Gomes continuando esse trabalho”, disse a dona de casa Verônica dos Santos.

Depois da presença no ato cívico, Jorge Gomes participou de uma reunião com os moradores do Sítio Cipó, na zona rural de Caruaru. Acompanhado do prefeito José Queiroz, o candidato a prefeito Jorge Gomes destacou a sua história política, com a experiência de ter participado dos governos Arraes e de Eduardo, e se comprometeu a estar ainda mais perto dos moradores do Sítio Cipó nos próximos quatro anos. “Sei da luta dessa comunidade e vou trabalhar para que as condições de vida dos moradores melhorem cada vez mais, especialmente com a implantação do saneamento no local”, garantiu.