Podcast – Debate em pauta no programa Conteúdo

IMG_4022.JPG

O programa Conteúdo de hoje debateu a expectativa do debate entre os candidatos ao governo de Pernambuco que será realizado amanhã pela Rádio Liberdade. Os jornalistas Almir Vilanova e Ricardo Perrier participaram do Programa que também abordou diversos assuntos da política local e nacional. Abaixo você escuta o programa.

Marina abre 16 pontos de Dilma em São Paulo, revela Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (2) aponta as intenções de voto dos eleitores do estado de São Paulo na corrida para a Presidência da República.

Entre os eleitores paulistas, o resultado é:
Marina Silva (PSB) – 39% das intenções de voto
Dilma Rousseff (PT) – 23%
Aécio Neves (PSDB) – 17%
Pastor Everaldo (PSC) – 2%
Eduardo Jorge (PV) – 1%
Outros com menos de 1% – 1%
Brancos e nulos – 7%
Não sabe ou não respondeu – 10%
Os candidatos Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Luciana Genro (PSOL), Mauro Iasi (PCB), Rui Costa Pimenta(PCO), e Zé Maria (PSTU) não atingiram individualmente 1%, mas juntos somam 1%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. Foram entrevistados 1.806 eleitores do estado de São Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o número 00021/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00492/2014.

Marina lidera pesquisa no Rio de Janeiro, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (2) aponta que, entre os eleitores do Rio de Janeiro, Marina Silva (PSB) tem 38% das intenções de voto, Dilma Rousseff (PT), 32%, e Aécio Neves (PSDB), 11%, na corrida para a Presidência da República.
No levantamento anterior, realizado em agosto, a candidata do PSB aparecia com 30%, atrás da presidente e candidata à reeleição pelo PT, que tinha 38%. Aécio manteve os 11%.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

Pastor Everaldo (PSC) tem 2%. Brancos e nulos somam 10%, e outros 6% não sabem ou não responderam. Os candidatos Eduardo Jorge (PV), Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Luciana Genro (PSOL), Mauro Iasi (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO), e Zé Maria (PSTU) somam, juntos, 1%.

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado) apenas no estado do Rio de Janeiro:

Marina Silva (PSB) – 38% das intenções de voto
Dilma Rousseff (PT) – 32%
Aécio Neves (PSDB) – 11%
Pastor Everaldo (PSC) – 2%
Outros com menos de 1% – 1%
Brancos e nulos – 10%
Não sabe ou não respondeu – 6%

A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. Foram entrevistados 1.610 eleitores do estado do Rio de Janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) sob o número 00026/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00491/2014.

Sessão solene em Brasília homenageia Eduardo Campos

IMG_4030-0.JPG

De Brasília – Henrique Figueiroa

A Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (02), Sessão Solene em homenagem a Eduardo Campos e Pedro Valadares, mortos em trágico acidente aéreo no dia 13 de Agosto no litoral paulista. Logo na abertura da sessão a emoção tomou conta de todos com a exibição de um vídeo, que mostrou a trajetória política e pessoal de Eduardo. Ao término do vídeo todos os convidados de pé, fizeram uma salva de palmas a pedido do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, que entregou placas de reconhecimento pelos “relevantes serviços prestados ao Brasil” aos familiares dos dois ex-parlamentares.

Em suas palavras, o presidente da sessão destacou o legado de Eduardo Campos, que deixou o governo de Pernambuco no ano passado com 80% de aprovação da população. “A despeito da sua juventude, é grande o legado deixado por ele: sua bem sucedida trajetória no governo de Pernambuco e a maneira de fazer política servem de exemplo para todos nós, comprometidos com a constituição de um Brasil mais próspero, justo e solidário”, disse.

Em seguida a viúva do ex-governador de Pernambuco, Renata Campos, fez um breve discurso agradecendo a força e o carinho de todos em especial dos pernambucanos. “Sem todo esse carinho seria insuportável conter a dor, o Brasil jamais será o mesmo. Continuaremos a luta de Dudu, com sua coragem e não vamos desistir do Brasil”, disse.

Vários políticos pernambucanos estiveram prestigiando a sessão solene entre eles o governador João Lyra, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, o de Taquaritinga do Norte, Evilasio Araújo, o candidato ao Senado Fernando Bezerra Coelho, o postulante ao governo do Estado, Paulo Câmara, além do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, e os deputados Bruno Araujo e Inocêncio Oliveira e Diogo Moraes (Estaduais).

Adutora do Agreste: R$ 100 milhões investidos neste ano

O Ministério da Integração Nacional realizou, no último dia 29, novo repasse no valor de R$ 40 milhões ao Governo do Estado de Pernambuco para a construção da Adutora do Agreste. Somente em agosto foram repassados R$ 65 milhões, totalizando R$ 99,5 milhões até o momento, neste ano.

No total, foram disponibilizados pela Integração Nacional R$ 367 milhões, ou seja, cerca de 30% do orçamento federal para o empreendimento. Novas liberações serão feitas de acordo com o ritmo da obra – executada pelo Estado – e o saldo dos recursos federais já repassados.

O investimento nessa etapa inicial da adutora é de R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 1,1 bi do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o restante contrapartida do Estado. Essa etapa vai beneficiar 17 municípios: Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Venturosa, Pedra, Buíque, Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas, Iati, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Caetano, Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe.

Quando a obra estiver totalmente concluída vai garantir água na torneira de dois milhões de pernambucanos em 68 municípios no Agreste do Estado. A captação de água será feita no Reservatório de Ipojuca.

Governo aguarda liberação de R$ 100 milhões do Banco Mundial até o final do mês

O governador João Lyra Neto se reuniu, na manhã desta terça-feira (02/09), com a diretora do Banco Mundial para o Brasil, Deborah Wetzel, na sede do banco, em Brasília. Na visita, em caráter de cortesia, os gestores trataram do conjunto de projetos para os quais mantêm parcerias institucionais, focando nas operações para dois projetos: o Programa de Sustentabilidade Hídrica (PSH) e o Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pernambuco (ProRural). A expectativa, segundo o governador, é que sejam liberados, até o final do mês, cerca de R$ 100 milhões para esses dois programas.

“A nossa parceria com o Banco Mundial é antiga, mas esta foi a primeira oportunidade que tive de me reunir com a diretora Deborah Wetzel desde que assumi o governo, em abril. Foi uma visita institucional, na qual também pudemos acompanhar todo um conjunto de projetos que estão em andamento, e depois tratamos especificamente desses dois, o PSH e o ProRural. A diretora confirmou a liberação, já na próxima semana, de R$ 57 milhões para o PSH. Mas como é tudo feito por etapas, também estamos na expectativa de mais uma liberação de aproximadamente R$ 40 milhões até o final deste mês”, revelou o governador. “Não se trata de empréstimos, mas de liberações para projetos que estão em andamento”, frisou Lyra Neto.

Também participaram da reunião o secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Frederico Amâncio; o coordenador geral de Operações do Banco Mundial, Boris Utria; e o coordenador do Programa para Política Econômica, Governança e Gênero, Roland Clarke.

Caruaru terá mais de duas mil casas para população de baixa renda

Seguindo o crescimento imobiliário vivenciado, mais um empreendimento imobiliário já começou a ser construído em Caruaru. Será um condomínio residencial de casas populares, localizado a 2Km do Alto do Moura, voltado a famílias com renda de até três salários mínimos.
Representantes da Caixa Econômica e da Construtora 2MS apresentaram o andamento dos serviços, na manhã de hoje (02), ao prefeito José Queiroz. Há 60 dias as obras foram iniciadas. Serão construídas 2.404 unidades habitacionais, que contarão com toda infraestrutura (saneamento, água, energia, calçamento, ciclovia, área verde); também serão implantados equipamentos comunitários, como creche, escola, posto de saúde, que serão definidos pela Prefeitura de Caruaru, de acordo com os parâmetros estabelecidos pelo Ministério das Cidades.

Além disto, o projeto é moderno e conta com diversos aspectos de sustentabilidade. As famílias beneficiadas com as moradias serão definidas pela Prefeitura de Caruaru, assim como ocorreu com o Loteamento Demóstenes Veras.
De acordo com Denis Matias, superintendente regional da Caixa Econômica, “o projeto é de grande relevância para Caruaru e para as famílias que tanto buscam o sonho da casa própria. Além disto, a realização do projeto só foi possível devido ao empenho de toda equipe da Prefeitura”. Para José Queiroz, “modernidade e sustentabilidade são traços marcantes neste projeto. Além disso, muitas famílias serão beneficiadas”.

João Paulo e Paulo Rubem chamam militância para as ruas

IMG_4028.JPG

Reunidos no Colégio São Bento (Olinda), em plenária da deputada estadual Teresa Leitão (PT), candidata à reeleição, os candidatos da coligação “Pernambuco vai mais longe” – João Paulo (Senado) e Paulo Rubem (vice-governador) – conclamaram a militância e candidatos proporcionais do Partido dos Trabalhadores e de outras legendas da aliança a irem às ruas para defender as mudanças e os avanços conquistados nos governos de Lula e Dilma e a trabalhar pela eleição de Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado.

“A nossa militância aguerrida é um fator que pode mudar o cenário dessas eleições. E hoje, mais do que nunca, as pessoas estão com ‘sede’ de ir às ruas, de usar as redes sociais para mostrar que o Brasil não pode retroceder nas suas conquistas”, ressaltou João Paulo. Para o petista, a elite brasileira não se conforma com o processo acelerado de inclusão social, que permitiu a retirada de mais de 36 milhões de brasileiros da miséria e a ascensão de mais de 40 milhões de pessoas à classe média. “Por tudo isso, é hora de militância vestir vermelho, botar a estrela no peito e ocupar as ruas para garantir a vitória do povo brasileiro”, bradou o candidato ao Senado.

Coube ao candidato à vice, Paulo Rubem, destacar o ‘modelo de gestão’ do PSB em Pernambuco. “É um estado onde a criminalidade só aumenta. É o terceiro do Nordeste onde mais se mata criança e adolescente e em mais de 60 municípios não há delegado de plantão. A educação é modelo em analfabetismo, com mais 1 milhão de pessoas analfabetas. A onde está esse novo modelo de gestão?”, questionou o petebista.

Paulo também enfatizou a situação de abandono das comunidades da periferia do Recife por parte da Prefeitura governada pelo PSB. “Tenho caminhado muito com João Paulo e Armando por bairros como Coque, Coelhos, Água Fria, Brasília Teimosa e o que observamos é muito lixo das ruas, galerias entupidas, mau cheiro, mosquitos, escolas e postos de saúde funcionando com muita precariedade”, relatou.

O candidato à vice também sugeriu ao prefeito Geraldo Júlio (PSB) que construa ciclovias e ciclofaixas para o trabalhador circular no Jordão, em Casa Amarela e no Sítio dos Macacos. “Quem mais precisa da ação governamental, não conta com ela. É um governo midiático”, observou.