Sindicato dos Jornalistas emite nota sobre ataques à imprensa em Caruaru

Sinjope

O Sindicato dos Jornalista Profissionais do Estado de Pernambuco (Sinjope), a Comissão de Ética do Sinjope e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) acompanham com preocupação o comportamento do candidato à prefeitura de Caruaru Rivaldo Soares nas mídias sociais em relação a jornalistas daquele município.

A defesa da democracia é a principal bandeira do Sinjope. Nesse sentido, defendemos a ampla participação de postulantes a cargos eletivos em debates nas rádios e TVs, de modo a conferir maior pluralidade e diversidade à disputa. Com base na lei eleitoral, porém, as empresas de radiodifusão estipulam as regras sobre participação de candidatos em debates.

A crítica aos critérios adotados por empresas de comunicação está na pauta do Supremo Tribunal Federal. A queixa quanto aos mesmos é necessária, válida e legítima. Entretanto, é inadmissível que ela venha a servir como pretexto para ataques pessoais ou incitação à violência contra profissionais da imprensa. A insatisfação de candidatos excluídos dos meios de comunicação deve ter como alvo a diretoria das emissoras, uma vez que ela é a responsável por estabelecer tais critérios editoriais. Mas isso deve ser feito sempre em observância ao que prevê a legislação brasileira.

O exercício da democracia prevê o respeito à lei, ao Estado Democrático de Direito. O Sinjope se solidariza e se coloca à disposição na defesa dos jornalistas vítimas de comportamentos agressivos e recomenda que os mesmos acionem a justiça em casos dessa natureza.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco (SINJOPE)
Comissão de Ética do SINJOPE
Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)

Plano de Governo de Tony prioriza municipalização de hospital e prevê continuação do Anel Viário

tony gel

O Plano de Governo do candidato do PMDB, Tony Gel, conta com 15 páginas e contém programas, projetos e ações que integram o Programa de Governo em construção do candidato,
para uma possível administração em Caruaru, entre os anos de 2017 e 2020. O candidato defende como prioridade a municipalização do Hospital São Sebastião e a continuação da ampliação do Anel Viário. Na educação, Gel promete revisar o polêmico PCC, além de criar bolsas para estudantes e a construção de novas escolas. Sobre a Feira da Sulanca, o candidato promete requalificar todo
Parque 18 de Maio, realizando intervenções em todos os setores, além de reforçar a segurança no local.

O documento é dividido nas seguintes áreas: Saúde, Educação, Segurança, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Emprego, Assistência Social, Políticas de inclusão e Participação Social; Saúde Animal, Políticas de Atenção a Mulher, Zona Rural, Cultura e Turismo, Habitação, Feiras, Infraestrutura, Esportes e Lazer, Gestão Eficiente; Juventude.

Segue no link abaixo o plano completo do candidato.

Plano de Governo de Tony Gel

Plano de Governo de Rivaldo prioriza permanência da Feira da Sulanca no Centro e prevê criação da Avenida Ipojuca

Rivaldo Soares (21)

O Plano de Governo do candidato do PHS, Rivaldo Soares, é um documento com 44 páginas e propostas em variadas áreas. O candidato defende como tema principal a permanência da Feira da Sulanca no Parque 18 de Maio e apresenta ainda a proposta da criação da Avenida Marginal Rio Ipojuca, com a reestruturação do Centro da cidade e de acordo com o candidato, uma situação que iria ajudar a desafogar o trânsito nas principais vias do centro. Outra proposta que mexe com a mobilidade é transformar a Rua Duque de Caxias num calçadão, além de criar uma perimetral com as principais ruas do município.

O Plano de Governo ficou dividido da seguinte forma: Preparando Caruaru para o Futuro; Desenvolvimento Econômico; Educação para o Futuro; Saúde Pública; Assistência ao Trabalhador; Transporte Alternativo; Segurança; Infância e Juventude; Espaço de Lazer e Religião; Redução da Carga Tributária; Distrito Administrativo;

Segue abaixo o link com o Plano completo do candidato.

Plano de Governo de Rivaldo Soares

Plano de Governo de Raquel prioriza educação e prevê ações em locais símbolos da cidade

img_2978.jpg

O Plano de Governo da candidata do PSDB à prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, é um documento com 26 páginas com propostas em várias áreas. O texto cita um conjunto de estratégias para os próximos quatro anos da Administração Pública, responsável por pensar no futuro. O documencita o planejamento e permite ao Município estabelecer patamares de melhoria a serem alcançados, o que ele precisa, de acordo com o texto, fazer hoje para atingir o ponto de transformação desejado no futuro. O Programa adota o conceito de Eixos, com propostas para situações específicas, como é o caso da Feira, que a candidata promete transferir sem ônus para os sulanqueiros.

Os Eixos foram divididos da seguinte forma: 1. Educação: Transformar Caruaru pela Educação; 2. Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: Inclusão Social, protagonismo e oportunidades; 3. Saúde: Viver mais e com mais Saúde; 4. Infraestrutura e Qualidade de Vida: Prover infraestrutura adequada e contribuir para melhoria da qualidade de vida. 5. Sustentabilidade e Desenvolvimento Integrado: Economia dinâmica, diversificada, competitiva, com crescimento sustentável e inclusivo. 6. Governança, Gestão Participativa e Transparente: Gestão com as Pessoas e para as Pessoas.

Segue abaixo o link com o Plano de Raquel Lyra.

Plano de Governo de Raquel Lyra

Plano de Governo de Jefferson Abraão prioriza participação popular e prevê Lei que obriga filho de político a estudar nas escolas da Rede Municipal

Jefferson

O candidato do PCB a prefeito de Caruaru, Professor Jefferson Abraão, apresentou junto ao TSE um plano que tem como destaque principal, a participação popular na gestão municipal. Entre as promessas de campanha, a criação de salas da cidadania, nas quais, de acordo com o documento, a população terá, através do sistema de informatização, livre acesso ao orçamento da cidade e à sua execução. O Plano de Governo prevê ainda a ampliação e desenvolvimento de grupos formados pela sociedade para o acompanhamento das licitações públicas. O texto defende a saída da Feira do Parque 18 de Maio, mas sem altos custos para os feirantes.

Na área da educação, o candidato prevê a criação da “Lei da Empatia”, na qual todo filho de vereador, prefeito e vice-prefeito de Caruaru deve estudar em escola municipal desde o início de sua trajetória escolar até o final do ensino fundamental II, 9º ano. De acordo com o projeto, a Lei da Empatia terá o objetivo de fortalecer a escola pública. O documento de 10 páginas é dividido com as seguintes temáticas: Orçamento Municipal; Educação e Cultura; Saúde; Segurança e Direitos Humanos; Plano Diretor; Política Urbana; Agricultura; Mobilidade Urbana; Preservação do Patrimônio Público e Meio Ambiente; Emprego; Esportes, Lazer e Festividades; Comunicação; Mulheres; População Negra; Juventude; Poder Popular.

Segue abaixo o link com o documento completo.

Plano de Governo de Jefferson Abraão

Plano de Governo de Jorge Gomes prioriza saúde e promete ampliar ações da atual gestão


O Plano de Governo do candidato do PSB, Jorge Gomes, conta com 15 páginas com propostas para a cidade de Caruaru entre os anos de 2017 e 2020. O documento cita a Constituição Federal e defende bandeiras já conhecidas do socialista, como é o caso do SUS, por exemplo. Na educação são várias propostas, mas um dos calos da atual gestão, o PCC, não foi citado. O candidato apresenta a proposta de transferir, estruturar e ordenar a Feira da Sulanca. O texto é divido em quatro partes: Gestão participativa, transparente, inovadora e eficiente; Desenvolvimento social inclusivo; Desenvolvimento econômico sustentável; e Desenvolvimento territorial humanizado.

Segue abaixo o link com o Plano de Governo Completo de Jorge Gomes

Plano de Governo de Jorge Gomes

Plano de Governo de Lessa prioriza segurança e prevê transferência da Feira da Sulanca

img_2985.jpg

O candidato do PR a prefeito de Caruaru, Delegado Erick Lessa, apresentou um Plano de Governo com foco principal na segurança. Na introdução, o documento diz que falta planejamento a Caruaru e por isso, diversas áreas da cidade encontram em colapso. Entre as propostas fortalecer a Destra e criar o Disque-Denúncia municipal, além de armar a Guarda Municipal. Na educação, o candidato promete a rediscussão do polêmico PCC dos professores, igualdade salarial de contratados a efetivos e o projeto escola sem drogas. O documento é dividido em eixos, da seguinte forma:

Eixo 1 – Segurança: Criação da secretaria de segurança pública de Caruaru; Eixo 2 – Saúde Humanizada; Eixo 3 – Educação; Eixo 4 – Infraestrutura/administração eficiente; Eixo 5 – Mulher; Eixo 6 – Cultura e turismo; Eixo 7 – Esportes e lazer; Eixo 8 – Feira da Sulanca; Eixo 9 – Zona rural; Eixo 10 – Assistência social; Eixo 11 – Meio ambiente e sustentabilidade; Eixo 12 – Cidade empreendedora; Eixo 13 – Mobilidade, trânsito e transportes.

Segue abaixo o link com o Plano de Governo do candidato Erick Lessa:

Plano de Governo de Erick Lessa

Plano de Governo de Eduardo Guerra prioriza Educação e prevê a criação de um metrô em Caruaru

eduardo

Os candidatos a prefeitura de Caruaru já postaram no TSE os Planos de Governo para uma futura gestão a frente do Palácio Jaime Nejaym. Vamos postar aqui no blog, por ordem alfabética, os documentos com as propostas de governo de cada um. O primeiro é o do candidato do PSOL, Eduardo Guerra. O plano tem 31 páginas e é dividido por áreas. Na introdução, o documento fala do revezamento dos mesmos políticos a frente da cidade e fez críticas a postura dos oponentes. Uma das promessas diz respeito a mobilidade e prevê a construção de um metrô em Caruaru. Os pontos foram divididos da seguinte forma:

1 – Projeto Educacional: Dividido em creche e educação infantil; Ensino Fundamental; Programa de Erradicação do Analfabetismo; O Ensino Integral; Desenvolvimento da Escola Rural – Preservação Ambiental; Programa Divulgação e Popularização da Ciência;

2) Desenvolvimento Econômico Sustentável e Solidário: Dividido em Participação Popular; Transportes, Sistema Viário, Infra-estrutura e Combate a Enchentes; Saúde; Lazer e Recreação; Abastecimento;

3) Combate à violência – Segurança. Segue em anexo o Plano Completo do candidato do PSOL.

Plano de Governo de Eduardo Guerra

Em meio à guerra do impeachment, Armando diz que Dilma priorizou ajuste fiscal 

Em sua segunda intervenção no julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) rebateu hoje o argumento do processo de impeachment que acusa a presidente afastada Dilma Rousseff de haver descuidado da austeridade fiscal.

Em indagações ao ex-ministro do Planejamento e da Fazenda, Nelson Barbosa, penúltima testemunha de defesa no processo do impeachment, Armando relatou ter presenciado, como ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o esforço da presidente Dilma em promover um “severo ajuste fiscal” num cenário extremamente desafiador.
Segundo o senador pernambucano, foi evidente o grau de prioridade dado pelo governo ao ajuste fiscal. “Presenciei em diversas reuniões a presidente Dilma arbitrando medidas neste sentido”, relatou. Apontou como um dos fatores da recessão econômica do país a “luta política” que, na sua visão, paralisou no Congresso a agenda de reformas fiscais do governo Dilma.
Armando assinalou ter havido uma “tempestade perfeita” na origem do quadro recessivo instalado na economia brasileira – ou seja, uma série de “fatores exógenos” ocorridos ao mesmo tempo que contribuíram para a desaceleração da atividade econômica.
Além do impasse político instalado no Congresso, citou, entre estes fatores, a queda expressiva das receitas; a desaceleração da economia da China, principal parceiro comercial do Brasil; o declínio dos preços das commodities; e os efeitos da Operação Lava Jato nas atividades da Petrobras e das outras empresas da cadeia de óleo e gás, responsáveis por investimentos diretos correspondentes a 15% do PIB (Produto Interno Bruto).         
O ex-ministro Nelson Barbosa declarou que o esforço fiscal promovido pelo governo Dilma Rousseff foi de R$ 134 bilhões. Alinhou, entre as medidas do ajuste fiscal da presidente afastada, a redução de subsídios a novas operações do BNDES para investimentos; correção dos preços administrados; revisão das regras do seguro-desemprego, do abono salarial e da desoneração da folha de pagamentos.

OAB/Caruaru lamenta morte de advogado 


NOTA DE PESAR 

A Ordem dos Advogados do Brasil Subseção Caruaru (OAB) expressa seu profundo pesar pelo falecimento do Dr. Edson Domingos Assis de Oliveira, advogado militante. O corpo será velado na Igreja Vale da Benção Central a partir das 12h de hoje (27). Amanhã, ocorre uma cerimonia em homenagem, às 7h30 na Igreja.

O sepultamento será no Cemitério Parque dos Arcos ás 8h30.